Você conhece a Técnica Pomodoro? Entenda como ela pode te ajudar em concurso

Tempo de leitura: 5 minutos

Existem muitos métodos que prometem ajudar você a ter uma melhor produtividade na hora de estudar para concursos públicos. Mas, sem dúvida, a técnica Pomodoro está no rol das formas mais simples e também mais eficientes quando se trata de otimizar a performance dos concurseiros.

Mas, afinal, como funciona a técnica Pomodoro? E como ela pode ajudar você a ter uma excelente performance em um concurso público? Continue a leitura conosco e, em breve, você irá entender porque a técnica Pomodoro pode ser uma grande aliada na hora de se preparar para um concurso!

O que é a técnica Pomodoro?

A técnica Pomodoro foi desenvolvida na Itália, na década de 1980, por Francesco Cirillo. Sua proposta é essencialmente simples, mas bastante poderosa quando se trata de melhorar a produtividade e o foco, não somente nos estudos, mas nas mais diversas atividades: por 25 minutos (intervalo de tempo que recebe o nome de “pomodoro”), seu dever é manter-se completamente focado apenas em suas atividades. Nada de celular, nada de televisão, nada de internet, o foco é absoluto apenas em seus deveres. Depois desses 25 minutos, você está livre para fazer uma breve pausa, com duração aproximada de 5 minutos.

Após a conclusão de quatro ciclos de 25 minutos, você está livre para fazer uma pausa de maior duração, que se estenda de 15 a 30 minutos.

E antes que você se pergunte de onde surgiu o nome da técnica, segue a explicação: ela recebe o nome de “pomodoro” por causa daqueles timers de cozinha, que têm o formato de um tomate (que, em italiano, significa pomodoro). Interessante, não é?

Como a técnica Pomodoro pode ajudar em sua preparação para concursos?

Quando há muito o que se estudar, uma das grandes dificuldades da maioria dos concurseiros é conseguir manter-se atento e focado por longos períodos de tempo. Principalmente quando se estuda em casa, é grande a tentação de ceder às distrações, e acaba tornando-se bastante difícil controlar a dispersão dos pensamentos.

A técnica Pomodoro é útil justamente por nos ajudar a manter a concentração por um período de tempo suficiente para cumprirmos nossas tarefas e, em seguida, nos fornecer uma “recompensa” que, no caso, é a breve pausa que fazemos a cada pomodoro.

Como colocar a técnica Pomodoro em prática na hora de estudar para concursos públicos?

Não existe uma fórmula única e exclusiva para colocar em prática a técnica Pomodoro quando você estiver estudando. O ideal é que você respeite a regra dos 25 minutos de atividades x 5 minutos de pausa, mas você pode adequar o método de acordo com seu perfil e conforme suas necessidades.

A seguir, você irá conferir uma estratégia de estudo completa que pode se beneficiar com a técnica Pomodoro. Confira e utilize-a como exemplo na hora de desenvolver sua rotina estudandil:

#1: Defina os tópicos que você precisa estudar

Com base no edital de seu concurso, descubra quais matérias você precisará dominar até o dia da prova.

#2: Selecione materiais de estudo de qualidade

De acordo com aquilo que você precisará estudar, opte por materiais didáticos atualizados, com boas referências, que irão servir de suporte à sua preparação.

#3: Estabeleça seu cronograma de estudos

Determine qual será sua carga horária de dedicação, e distribua em seu cronograma os tópicos e atividades que deverão ser trabalhados a cada dia. Seja o mais específico que puder, e determine quais livros serão lidos, quantas páginas serão vistas, quantas aulas em vídeo serão acompanhadas, etc. Isso o ajudará a ter uma noção mais realista do trabalho que há pela frente.

#4: Mãos à obra

Nessa etapa é quando você efetivamente “coloca a mão na massa” e é também quando a técnica Pomodoro mostra todo o seu valor.

Com base em seus afazeres do dia, definidos em seu cronograma, comece a estudar. Com o auxílio de um cronômetro, despertador ou até mesmo do alarme do celular, marque 25 minutos de estudo, e não pare até que esse período termine.

Pode ser que você se sinta tentado a fazer outra coisa, ou comece a pensar em assuntos aleatórios, mas seja firme. É com o hábito que você vai ganhando disciplina. Só pare de estudar depois que os 25 minutos estiverem concluídos.

Em sua pausa de 5 minutos, vá ao banheiro, beba água, ou simplesmente caminhe pela casa. O ideal é não usar suas pausas para acessar as redes sociais ou ver televisão, pois isso pode interferir em seu poder de se concentrar no próximo Pomodoro.

#5: Reflita sobre sua performance

Principalmente quando você começar a usar a técnica Pomodoro, talvez sinta tremenda dificuldade em manter-se completamente concentrado por 25 minutos. Saiba que isso é normal. O importante é você se manter persistente.

Durante seus pomodoros, caso seus pensamentos se coloquem distantes daquilo que você está estudando, você pode fazer uma marcação a lápis ou caneta em uma folha. Não interrompa seus estudos, mas faça tal anotação. Isso ajudará você a perceber que, com o tempo, as interrupções mentais serão menos frequentes, sinal de que seu poder de foco está aumentando.

#6: Adeque a técnica

Imagine que você está extremamente engajado na leitura de determinado assunto e seu pomodoro está prestes a terminar. Não faz sentido interromper os estudos agora, certo? Portanto, adeque a técnica de acordo com suas necessidades e realidade.

Não faz mal se os 25 minutos se excederem, contanto que você respeite a regra de alternar um bom tempo de trabalho com um curto espaço de pausa. O fundamental é manter a consistência entre trabalho e descanso, para que você se sinta altamente motivado, melhorando seu desempenho.

A técnica Pomodoro é fácil de ser colocada em prática, mas tem grande potencial para ajudar você a otimizar seus estudos. Utilize os ciclos de 25 minutos de trabalho X 5 minutos de descanso e perceba como  isso pode melhorar significativamente seu ritmo de estudos! Seus níveis de concentração irão aumentar e, com certeza, você conseguirá dominar todo o conteúdo programático de seu concurso até a data da prova!

O que achou de nosso texto? Você já conhecia a técnica Pomodoro? Deixe-nos um comentário, queremos conhecer suas opiniões!

 

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.