Saiba como usar marca-texto no estudo para concurso

Tempo de leitura: 5 minutos

Pode parecer besteira, mas marcar o que estamos lendo é uma das melhores formas de estudar. Você sabia disso? Principalmente se se tratar de estudo para concurso, utilizar o marca-texto te ajuda bastante a ressaltar o que realmente importa e memorizar o assunto.

Muito mais do que isso, marcar os trechos principais também facilita o retorno ao texto para as suas revisões. A caneta marca-texto deve ser sua amiga número um durante os estudos justamente por isso! Mas para que você não saia colorindo a página inteira, como muitos fazem, é bom conferir antes como usá-la de forma eficiente.

Ficou curioso para saber como é que se deve marcar o texto, não é? Essa é uma dúvida recorrente de muitos estudantes, principalmente concurseiros. Então, continue lendo e descubra como se faz:

1. Pense primeiro antes de destacar algo no texto

A caneta marca-texto não tem nenhum poder especial. Não adianta sair marcando tudo sem antes entender o motivo daquilo. Certo? Então, antes de marcar qualquer informação no seu material de estudo para concurso, leia atentamente as coisas e pense no que deve ser destacado.

Para não se perder no meio de tanta informação, tenha sempre em mente qual é o objetivo central daquele texto e do seu estudo. Tente encontrar e extrair dele as respostas que você realmente precisa! Não marque frases ou parágrafos inteiros apenas porque achou aquilo interessante. Pense primeiro se aquilo vai fazer diferença no seu objetivo final. Combinado?

Antes de destacar qualquer coisa no texto, pergunte-se também se a frase é realmente importante, se poderá ser aplicada nos seus estudos e se você consegue explicá-la para alguém com facilidade, sem ler, por exemplo. Você vai ver que fica muito mais simples aprender assim (e a página fica menos colorida).

2. Destaque apenas novas informações

Continuando na mesma linha de raciocínio, além de marcar somente o que realmente importa, preste atenção se já não destacou a mesma coisa duas vezes ou mais. Quando você estiver lendo algo complexo, tente se lembrar se a mesma informação já não foi destacada anteriormente. Isso te ajuda muito lá na frente!

Quando você só destaca o que é relevante, e uma vez só, é como se você estivesse ressaltando o resumo central de tudo. Assim, na hora de revisar, tudo já vai estar “mastigado” para você. Saiba perceber quando a mesma coisa está sendo dita com palavras diferentes, por exemplo, e fique apenas com a melhor informação. Isso poupa tempo e caneta, acredite!

3. Marque no texto o que precisa ser memorizado

Isso tem muito a ver com a dica anterior, mas vai um pouco além. Quando você for marcar algo, tente destacar partes importantes que precisam ser memorizadas. Na verdade, tente assimilar de fato essas informações relevantes, compreendê-las.

Ao usar o marca-texto para selecionar essas partes do conteúdo, você está fazendo uma primeira seleção do que deve ser revisado, memorizado e absorvido. E quanto mais sucinta for sua marcação, melhor ainda para relembrar o que foi destacado!

Crie este hábito de marcar o texto e lembre-se sempre de que o que for marcado deve ser guardado na memória. Isso provoca um estímulo fundamental no cérebro, já que associa o conteúdo destacado como algo relevante para ser lembrado.

Muitas pessoas inclusive possuem uma ótima memória fotográfica, que é quando você se lembra de algo pela imagem que guardou daquilo na mente. Com o uso das cores no texto, isso facilita demais! Você pode se lembrar de uma frase simplesmente porque ela estava grifada de laranja, por exemplo.

4. Utilize diferentes cores para marcar o texto

Melhor do que marcar o texto é utilizar cores diferentes para fazer isso. Não, isso não é frescura ou coisa de criança! O ideal é que você realmente utilize uma cor para cada categoria ou prioridade diferente.

Quer um exemplo? Grife de amarelo as informações que você precisa memorizar, de verde alguns dados, siglas e estatísticas importantes e de rosa os exemplos que te ajudem a reforçar a ideia central do material. Você pode elencar suas categorias e cores como quiser, mas já deu para ver como fica bem mais fácil de encontrar tudo no texto depois, não é mesmo?

Mas antes de sair colorindo o texto com diferentes cores, faça uma leitura inicial para entender o contexto total. Só assim você vai conseguir criar um método de organização textual adequado para aquele material: quais tópicos serão levados em consideração e quais cores serão utilizadas.

5. Volte nas marcações depois que você terminou

Essa dica é muito valiosa e foi deixada por último por um bom motivo! Depois de aprender como usar o marca-texto no estudo para concurso, você deve se atentar para o principal: você não marcou todas as informações à toa. Todos os destaques foram feitos para que seja possível voltar ao texto com mais praticidade e objetividade.

Então, depois que você terminar toda a leitura e tiver marcado corretamente as informações necessárias, retorne ao início e vá lendo todas as marcações. Essa já é uma forma de memorizar o que é mais importante e, talvez, essa segunda leitura seja a mais eficaz para a absorção do conteúdo de fato. Volte ao texto e marcações sempre que for preciso!

A caneta marca-texto é uma arma poderosa quando o assunto é estudo para concurso, viu só? Mas ela só funciona mesmo se for usada da maneira correta e de forma consciente. Você conseguiu agora entender como é importante fazer esses destaques no seu material de estudos?

Fazer marcações e com cores diferentes é uma forma extremamente eficiente de estudar e de memorizar assuntos importantes para o dia da sua prova. Tente colocar essas dicas em prática a partir de agora e veja como o seu rendimento aumentará consideravelmente nos estudos para o concurso público.

Vale ressaltar que um estudo para concurso que garante bons resultados é aquele feito com atenção, organização e boas técnicas. Concorda? Então para que você se prepare ainda mais para a sua tão sonhada aprovação, leia um pouco mais sobre o que garante aprovação em concurso. É qualidade ou quantidade?

 

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.