Quer mudar de vida em 2017? Os concursos públicos podem te ajudar

Tempo de leitura: 18 minutos

Hoje em dia vivemos um período bastante complicado em nosso país, tanto por causa da conjuntura política atual, que anda bastante instável e conturbada, como também por conta da questão econômica.

Afinal de contas, o país vem enfrentando um processo de crise econômica que só tem feito os índices de desemprego e os preços de praticamente tudo o que é vendido no Brasil subirem a cada dia mais e sem um limite dos preços.

E ao contrário do que muita gente pensa, a crise não vem afetando apenas a parcela menos favorecida da população, que é menos escolarizada e que costuma ser a primeira e mais atingida em períodos como este.

Isso porque a taxa de desemprego tem contemplado também pessoas de maior nível de escolaridade, com nível superior completo, e que já ocupavam cargos altos em grandes empresas do setor privado, que na crise estão cortando gastos tanto quanto podem, inclusive com o seu pessoal.

Dessa forma, para conseguir escapar dessa situação é preciso encontrar formas alternativas de se trabalhar que não seja dentro do setor privado do mercado, que também vem sofrendo os efeitos da crise, que se refletem em demissões e alta de preços.

E uma das formas de trabalho que mais estão sendo procuradas no momento é aquela obtida por meio de concursos públicos. Ou seja, em períodos de crise, o setor público acaba se destacando ainda mais para a população trabalhadora por conta das opções e dos benefícios que oferecem ao trabalhador.

E esse aumento da procura pelo setor público se dá por uma série de motivos. Entre eles está o caráter democrático dos concursos públicos.

 Isso porque conseguir uma vaga dentro da iniciativa pública é algo que vai depender única e exclusivamente de você, do seu desempenho e dos seus estudos, de forma que conhecer ou deixar de conhecer alguém não vai ser um fator decisivo na hora da sua contratação, como acontece na maioria dos casos de empresas privadas que se entra por indicação.

Além disso, concursos públicos sempre contam com vagas para pessoas das mais variadas escolaridades, aceitando desde pessoas com títulos acadêmicos até aquelas que são apenas alfabetizadas, mas não tem nem mesmo o ensino fundamental completo.

Além disso, há também a questão dos bons salários, que são atraentes por serem comumente maiores do que aqueles que são oferecidos na iniciativa privada, bem como os benefícios atraentes que são somados ao salário e vão variar de empresa para empresa.

Mais ainda, há também o fato de, no setor público, as jornadas de trabalho serem bem respeitadas e definidas, com a ausência de horas extras, algo praticamente impossível de ser encontrado no setor privado.

Por fim, há o benefício mais procurado dentro da iniciativa pública: a estabilidade empregatícia.

Afinal de contas, em um período de crise, ter a garantia de que se vai ter um emprego independente da situação é algo extremamente atraente. Isso porque não importa o quão ruim esteja a crise no país, a verdade é que as contas vão continuar vindo e é preciso dar um jeito de pagá-las para não acabar se enrolando.

E é exatamente por todos esses motivos que o concurso público tem ganhado cada vez mais destaque na mente dos trabalhadores que buscam uma alternativa para fugir da crise e também para mudar de vida por meio de salários mais altos e melhores condições de trabalho, que acabam proporcionando uma melhor qualidade de vida.

Por isso mesmo nós separamos aqui uma série de dicas para você que pretende mudar de vida em 2017, com diversas opções de concursos públicos com bons salários e que podem fazer toda a diferença na sua vida no próximo ano.

Porém, aqui vale lembrar que, quanto maior o salário a ser oferecido, maior a concorrência. Portanto, para ser aprovado em um bom concurso é preciso bastante estudo e dedicação, não se esqueça disso.

Aqui é importante ressaltar que todas as opções mencionadas são de concursos previstos, mas ainda não confirmados, para 2017. De forma que vale a pena prestar atenção nas novidades para não perder a data de inscrição de nenhuma oportunidade de seu interesse.

Supremo Tribunal Federal – STF

Também conhecido como Suprema Corte, o STF (Supremo Tribunal Federal) promete boas oportunidades para quem deseja uma chance na iniciativa pública e busca por altos salários, principalmente para quem tem formação superior completa.

Entre os principais cargos que são oferecidos nos concursos abertos pelo órgão federal, o principal e mais procurado é aquele de analista judiciário, com vagas para atuação na área administrativa e também na área judiciária.

Entre essas duas opções, o cargo mais procurado dentro de concursos é o de analista judiciário na área administrativa, que é responsável por cuidar de todo o funcionamento administrativo do Supremo Tribunal Federal.

Aqui vale ressaltar que, dependendo do concurso prestado, provavelmente você vai precisar mudar da sua cidade, dependendo de onde você morar, já que os cargos para o STF são situados principalmente na cidade de Brasília.

Um dos motivos pelos quais os cargos de analista do STF são tão disputados é o salário. Isso porque os salários que são oferecidos para a vaga de analista podem variar entre R$ 8.803,89 e R$ 13.219,08, sendo assim uma ótima opção para quem deseja mudar de vida em 2017.

Para aqueles que não contam com ensino superior completo, uma ótima pedida e também bastante procurada são as vagas para o cargo de técnico judiciário com atuação na área administrativa.

É este que vai ser o profissional responsável por tarefas e também por suporte tanto técnico quanto administrativo. A grande vantagem do cargo é que ele é o que conta com mais vagas disponíveis no STF, sendo 391 cargos no total.

Os salários também são bastante atraentes e uma ótima pedida para quem deseja um recomeço no ano que está chegando. Isso porque os salários que são oferecidos para os técnicos judiciários podem variar entre R$ 5.365,93 e R$ 8.056,89.

Vale ressaltar que ambos os concursos são bastante disputados e é importante dedicar um tempo aos estudos para conseguir uma oportunidade de trabalho.

Superior Tribunal de Justiça – STJ

Outra ótima opção de concurso para quem deseja uma vida nova em 2017 é aquele que vai ser aberto para vagas dentro do Superior Tribunal de Justiça, o STJ. Aqui é importante ressaltar que as opções de vagas disponíveis são para profissionais que tenham formação em Direito, bem como registro na Ordem dos Advogados do Brasil, a OAB, para que consigam assumir o cargo desejado.

Portanto, se esta é sua área de formação, os concursos do STJ podem ser uma ótima pedida para você. Aqui vale ressaltar que, bem como acontece com o STF, as vagas do Superior Tribunal de Justiça também são para atuação em Brasília em sua grande maioria, o que significa que talvez você precise se mudar caso consiga o cargo.

Esse, na verdade, é um detalhe bastante comum e frequente dentro dos cargos públicos.

 Isso porque, em sua grande maioria, as vagas com bons salários são para atuação em diferentes lugares do país, normalmente fora dos grandes centros urbanos, como São Paulo e Rio de Janeiro, o que significa que, para conseguir assumir a vaga, pode ser preciso que você se mude da sua cidade e até mesmo do seu estado.

Um detalhe normalmente deixado de lado e frequentemente esquecido por pessoas que desejam uma oportunidade na iniciativa pública do país deve ser levado em consideração para que você não acabe desperdiçando tempo estudando para um concurso cuja vaga você não vai conseguir assumir por se situar muito distante de sua casa atual.

Entre os principais cargos que são oferecidos pelo STJ e também o mais procurado nos concursos é aquele de Analista Judiciário – Área Judiciária, também conhecido como AJAJ. Para conseguir assumir o cargo, como mencionamos acima, é importante que o funcionário tenha formação em Direito, caso contrário não vai se enquadrar nos pré-requisitos estabelecidos para a vaga.

É este profissional que vai ser responsável pelo auxílio nas atividades jurisdicionais que são exercidas pelo órgão público, sendo um cargo de alta demanda nos concursos. A alta demanda se dá principalmente pelo ótimo salário e pelos bons benefícios que são oferecidos pelo Superior Tribunal de Justiça.

Para o cargo de AJAJ, o salário inicial oferecido é de R$ 9.265, que são acrescidos de mais R$ 850 de auxílio alimentação. Valor este que pode chegar até R$ 18.702 (também acrescidos de benefícios) para profissionais em estágios mais avançados na carreira.

Junto a isso, há também gratificações, cursos e diversos outros elementos que são acrescidos a tudo isso durante a carreira dentro do órgão.

Bastante disputado, o concurso para as vagas de AJAJ no Superior Tribunal de Justiça tem uma prova que não é tão simples. Entre o conteúdo programático que é cobrado dos candidatos estão questões de português, noções básicas de informática, atualidades e também de regimento interno dentro do setor da prova conhecido como conhecimentos básicos.

Já na parte de conhecimentos específicos são cobradas questões sobre assuntos como direito civil, direito constitucional, direito administrativo, direito processual civil, direito penal, direito processual penal, direito tributário, direito previdenciário, direito empresarial e também legislação especial.

Tribunal Superior Eleitoral – TSE

Outro órgão do governo que promete ótimas oportunidades para quem deseja mudar de vida por meio de concursos públicos é o TSE, o Tribunal Superior Eleitoral, que sempre oferece vagas diferenciadas em praticamente todos os estados do território brasileiro, o que aumenta as chances de você conseguir uma boa vaga na sua própria cidade, sem precisar de grandes mudanças para isso.

Dentro deste órgão específico, as vagas mais procuradas e mais concorridas quando abre um concurso são aquelas para os cargos de Analista Judiciário – Área Judiciária – AJAJ -, Analista Judiciário – Área Administrativa – AJAA – e também para o cargo de Técnico Administrativo – Área Administrativa – TJAA.

Entre os motivos que tornam as opções tão atraentes está principalmente a questão dos salários que são bastante altos e atraentes.

Para o cargo de analista judiciário, os salários que são oferecidos pelo TSE podem variar entre R$ 10.120 e R$ 18.702. Já para o cargo de técnico judiciário, os salários que são oferecidos pelo TSE podem variar entre R$ 6.188 e R$ 11.398, sendo ambos os cargos bastante atraentes.

Vale ressaltar que esse valor ainda é acrescido de mais R$ 800 de auxílio alimentação e também de outras gratificações, que vão variar de cargo para cargo, mas que tornam o salário final recebido pelo trabalhador ainda mais atraente.

Dessa forma, oportunidades dentro do Tribunal Superior Eleitoral são uma ótima opção para quem deseja uma nova vida em 2017.

Isso porque, mais do que apenas os salários altos, os cargos dentro do setor público oferecem ao trabalhador uma melhor qualidade de vida, já que horas extras – praticamente praxe dentro do setor privado – são praticamente inexistentes e realizadas em casos raros dentro do setor público.

Por isso mesmo vale a pena ficar de olho em futuros editais para ver se há o surgimento de algum cargo interessante dentro do TSE.

Uma dica é pegar editais antigos e começar a estudar desde já o conteúdo programático cobrado nas provas, que não costuma variar muito de ano para ano, de forma que você já vai estar preparado quando o edital sair e não vai precisar se desesperar para conseguir estudar tudo em um período de tempo muito curto.

Afinal de contas, quando falamos de concursos públicos com altos salários precisamos falar de vagas que são disputadas, por isso mesmo é importante se garantir.

Afinal de contas, o seu sucesso dentro do setor público vai depender unicamente dos seus estudos e do seu desempenho, por isso mesmo vale a pena dar aquela dedicação extra para uma vaga que se deseja muito, principalmente se é para tentar uma mudança de vida em 2017, que está logo aí.

Ministério Público da União – MPU

Para quem deseja uma oportunidade de trabalho no Ministério Público da União, o MPU, 2017 pode ser um bom ano, já que espera-se que haja a abertura de concurso para diversas novas vagas neste ano que vem pela frente, todas elas com salários bastante atraentes e que podem ser uma ótima saída e oportunidade para pessoas que desejam mudar de vida neste ano que vem pela frente.

Dentro dos concursos da MPU, as vagas mais procuradas pelos concurseiros são aquelas para os cargos de analista do MPU e também para técnico do MPU, sendo ambas ótimas oportunidades com salários bastante atraentes. O esperado é que 2017 seja um bom ano para aqueles que desejam uma oportunidade de trabalho no MPU.

Isso porque atualmente há 1.762 vagas de diferentes ocupações dentro do MPU para serem ocupadas, o que significa que 2017 pode ter ótimas oportunidades para quem deseja uma nova vida pela frente.

Os salários que são oferecidos atualmente são bastante atraentes e no caso do cargo de analista do MPU podem variar entre R$ 10.119,93 e R$ 12.455,30. Já para o cargo de técnico de MPU, os salários que são oferecidos pelo Ministério Público da União partem de R$ 6.167,99 e podem chegar a até R$ 7.591,37.

Vale ressaltar que esses salários podem ser acrescidos de benefícios e gratificações que vão variar de cargo para cargo e que tornam os vencimentos recebidos ainda mais atraentes para os funcionários que desejam melhores oportunidades neste ano que vai chegar.

Como não poderia deixar de ser, as provas para os cargos mais concorridos são mais complexas e quem deseja uma boa oportunidade é preciso muito estudo.

No caso da vaga que é oferecida para o cargo de analista, a prova eliminatória e classificatória é composta de 50 questões objetivas de múltipla escolha sobre conhecimentos básicos e também 70 questões objetivas de múltipla escolhida sobre conhecimentos específicos. A mesma configuração também é válida para a prova de classificação para a vaga de técnico.

Em relação ao conteúdo programático que é cobrado na prova de analista, as disciplinas envolvidas entre o conteúdo básico e o conteúdo específico são português, noções básicas de informática, legislação tanto do Ministério Público da União quando da CNMP, direito constitucional, direito administrativo, direito do trabalho, direito civil, direito processual civil, direito penal.

Além de direito processual penal, direito penal militar e também direito processual penal militar.

Já para a prova para ocupar o cargo de técnico do MPU o conteúdo programático é diferente, já que a exigência de formação também é diferente daquela cobrada para o cargo de analista do MPU.

Entre as disciplinas cobradas para a prova estão português, noções básicas de informática, ética no serviço público, raciocínio lógico, legislação tanto do Ministério Público da União quanto da CNMP, noções de direito constitucional, noções de direito administrativo, administração e também administração de recursos de materiais.

As áreas de atuação para cada cargo são diversas e mais amplas para o cargo de analista.

 Isso porque este tem a possibilidade de atuação nas áreas de biblioteconomia, comunicação social, educação, estatística, finanças e controle, gestão pública, planejamento e orçamento, medicina, antropologia, arquitetura, contabilidade, economia, engenharia, geografia, oceanografia, enfermagem, odontologia, psicologia, serviço social e tecnologia da informação e comunicação.

Por outro lado, o cargo de técnico tem possibilidade de atuação nas áreas de tecnologia da informação e comunicação, enfermagem e saúde dentro do setor de saúde bucal.

Polícia Militar do Distrito Federal – PDMF

Para aqueles que desejam uma oportunidade de trabalho no próprio Distrito Federal, ótimas oportunidades podem surgir em 2017 dentro da Polícia Militar do Distrito Federal, que promete abrir ótimas vagas neste ano que está chegando, ainda que nenhum concurso tenha data ou realização de fato confirmada, algo que só deve acontecer no próximo ano.

O concurso visa selecionar profissionais para o Curso de Formação de Oficiais – CFO PMDF, com salário crescente à medida que o aluno cresce no curso. O concurso visa basicamente procurar pessoas que estejam interessadas em estudar para se formar como 2º Tenente, que é o primeiro posto no oficialato.

Durante os primeiros dois anos de estudo, aqueles que forem aprovados no concurso vão receber uma remuneração de R$ 5.202,59, que aumenta para R$ 6.112,87 no momento em que o aluno alcançar o terceiro ano de curso.

Já quando o candidato alcançar o posto de Aspirante Aluno Oficial a remuneração aumenta ainda mais e alcança o valor de R$ 10.147,13. Por fim, ao se formar no CFO PMDF, o aluno sai como 2º Tenente e passa a receber um salário correspondente ao valor de R$ 11.894,25.

Entre os pré-requisitos para prestar o concurso está ter idade entre 18 e 30 anos (no momento da inscrição), com escolaridade superior completa em qualquer área, fator que deve ser comprovado até a data da posse do concursado. Além disso há a exigência de uma altura mínima de 1,60 m para mulheres e de 1,65 m para os homens.

A prova para entrada no CFO PMDF é bastante complexa e também bastante disputada, sendo composta de sete etapas diferentes.

São elas um exame de caráter eliminatório por meio da realização de provas objetivas, exame com provas discursivas, testes de aptidão física, exames biométricos e avaliação médica, avaliação psicológica, sindicância da vida pregressa e investigação social e prova de títulos, sendo todas as provas, com exceção da última de caráter eliminatório, sendo a última de caráter classificatório.

Entre os conteúdos que são cobrados nas provas de conhecimentos básicos e específicos na prova do concurso para a entrada no Curso de Formação de Oficiais estão português, inglês, legislação aplicável à Polícia Militar do Distrito Federal, criminologia e também direitos humanos, matérias importantes. No total, este setor contabiliza ao todo 30 questões objetivas de múltipla escolha.

Já entre os conteúdos específicos estão noções de administração geral, gestão de pessoas, administração financeira e orçamentária, direito constitucional, direito administrativo, direito penal, direito processual penal, direito penal militar, direito processual penal militar, direito civil e também direito processual civil.

Este setor, no total contabiliza 40 questões objetivas de múltipla escolha, de forma que a prova objetiva tem um total de 70 questões.

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.