Quais são os principais Concursos Públicos Militares no Brasil

Tempo de leitura: 18 minutos

Escolher uma carreira é decidir o futuro, e acredito que todas as pessoas querem uma carreira sólida e estável. Mas, conseguir isso no nosso país atual, não é uma tarefa muito fácil.

É só olhar o panorama político do Brasil que nós percebemos que as coisas podem mudar para pior. A aposentadoria cada vez mais distante; A possibilidade de terceirização dos serviços. São mudanças que não vão contribuir para quem quer realmente uma carreira segura, com a possibilidade de garantir uma vida estável.

Por isso, uma das escolhas que você pode fazer é seguir a carreira militar. Você vai fazer uma escolha segura e a carreira oferece um cenário que não conseguimos imaginar hoje em dia: Uma ajuda de custo durante a sua graduação e você terá emprego garantido ao final do curso, um bom salário, além da tão sonhada estabilidade.

Policia Militar

As polícias militares no Brasil são as 27 forças estaduais de segurança pública que trabalham com o objetivo de manter a ordem pública, com exclusividade no policiamento ostensivo, exclusivamente no âmbito estadual. São subordinados aos governadores e são as chamadas forças auxiliares e reserva do Exército Brasileiro, integrando o sistema de segurança pública e defesa social do país.

As estruturas operacionais das Polícias Militares são estruturadas operacionalmente de maneira similar à do Exército, organizadas em comandos intermediários, batalhões, pelotões e companhias.

Pré-requisitos para prestar o concurso

Quem tem a intenção em se tronar um Policial Militar precisa possuir ensino médio completo; estar em dia com as obrigações eleitorais e serviço militar, no caso do sexo masculino; ser brasileiro; não possuir antecedentes criminais; apresentar bom estado de saúde física e mental e outras exigências que possam constar no edital.

Ter idade entre 18 e 30 anos com altura mínima de 1, 60 metros. Porém, a altura e a idade podem variar de acordo com os estados. Em alguns distritos a idade máxima é de 26 anos e a altura é de 1,65.

As etapas do processo

Essas etapas podem variar de estado para estado, mas, geralmente são realizadas em 6 partes:

A avaliação escrita, que tem por finalidade analisar de se o candidato tem conhecimentos para exercer a função de policial militar. Avalia sua capacidade de argumentação e conclusão, além do seu domínio da norma culta da língua portuguesa.

O teste físico, essencial para avaliar o condicionamento físico do candidato para que seja possível concluir se ele tem a capacidade de exercer as atividades que um policial militar tem na sua rotina diária. Para concorrer a uma vaga não se esqueça de se preparar fisicamente.

O exame médico que avalia sua saúde física como um todo. São feitos exames clínicos, odontológicos, otorrinolaringológico e oftalmológico.

O candidato também passa pelo exame psicológico, que acaba sendo determinante para exercer uma função tão importante para a sociedade. São avaliadas as características da sua personalidade para avaliar a aptidão e adequação do candidato ao cargo.

A investigação social, que serve para conhecer a sua conduta social, reputação perante a lei que rege a sociedade. São feitas consultas sobre multas, acidentes de carro e até analise de situações que ocorreram na escola.

Por fim, para se considerar um policial militar, é feita a análise da documentação para comprovar que você pode concorrer ao cargo.

Não é apenas para combatentes

Uma coisa que muitos pensam sobre a carreira militar é que o Exército, Aeronáutica, e a Marinha, preparam apenas combatentes, que estarão aptos para irem à guerra se for necessário. A verdade é que existem escolas especializadas na formação acadêmica dos jovens militares.

Essas instituições ensinam as rotinas de um oficial ao mesmo tempo que formam aviadores, administradores, especialistas em ciências náuticas e militares. Esses cursos são reconhecidos pelo MEC e, em alguns casos, tem duração de uma graduação convencional, de três a cinco anos.

Forças Armadas

Quem tem o objetivo de trilhar toda a sua trajetória prestando serviços a defesa do nosso país, e em alguns casos obter uma graduação dentro das próprias instituições, pode começar desde cedo e seguir a carreira militar em uma dessas corporações

No Brasil nós temos mais de 6.000 vagas por ano, tanto para homens quanto para mulheres. Essas vagas são distribuídas entre Marinha, Aeronáutica e o Exército. Além dessas opções, que são ligadas as forças armadas, temos também as forças auxiliares, como por exemplo, a Polícia Militar, citada acima.

Esses concursos são abertos todos os anos pelas Forças Armadas, programados praticamente na mesma época. Abaixo vamos conhecer as principais oportunidades para seguir nessa carreira.

Marinha         

Na Marinha, as opções são o Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais, Escola de Aprendizes-Marinheiros, Escola Naval, Colégio Naval e Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante.

Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais

No curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais, geralmente abra as inscrições no início do ano, em fevereiro. Em 2016 foram 1.860 vagas para o curso de formação de 2017. Durante o curso os alunos recebem uma bolsa de R$ 642. Quando o curso for concluído, o aluno ganha o título de soldado fuzileiro naval e recebe inicialmente uma remuneração de R$ 1.587.

O nível de escolaridade exigido é ensino médio completo. A prova é aplicada no mês de abril e exigem conhecimentos de língua portuguesa e matemática. Para realizar a prova você precisa ter a idade mínima de 18 anos e no máximo 21 anos.

Escola de Aprendizes-Marinheiros

Quem for aprovado no processo seletivo vai realizar um curso de 11 meses, em uma das quatro unidades que ficam em Fortaleza – CE, Recife – PE, Vitória – ES e Florianópolis – SC. O curso é realizado anualmente e a princípio a graduação é de Aprendiz-Marinheiro e posteriormente como Grumete. Os militares terão vencimentos no valor aproximado de R$ 680,00, alimentação e alojamento e outros benefícios.

Para entrar na disputa por uma vaga você precisa ter concluído o ensino médio. A prova é aplicada no mês de maio e exige conhecimentos de matemática, português e ciências (física e química). A idade deve ser entre 18 e 22 anos.

Escola Naval

A escola naval é a instituição de nível superior mais antiga do país. Ela fica no estado do Rio de Janeiro, próximo ao aeroporto Santos Dumont. Lá são acolhidos alunos através de concurso direto para a formação de oficial e os que vem do próprio Colégio Naval.

Para tentar uma vaga pelo concurso, basta ter ensino médio concluído. As inscrições são realizadas nos meses de abril e maio. As vagas são divididas entre uma porcentagem para homens e outra para mulheres. Os conteúdos para as provas são matemática, física, português, inglês e uma redação. Quem tem entre 18 e 23 anos pode participar.

Colégio Naval

O Colégio Naval é para quem já quer ingressar na vida militar desde cedo. Ele é a porta de entrada para quem pretende encaminha a vida para o serviço militar. A escola capacita os alunos do ensino médio para seguirem a carreira militar como oficiais da Marinha.

Para entrar na escola, o interessado precisa ter a formação do ensino fundamental. As inscrições ocorrem no mês de março e abril. Quem quer fazer a prova precisa estar em dia com os conhecimentos em matemática, estudos sociais (geografia e história do Brasil), ciências, português.

Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante

Existem duas Escolas de Formação de Oficiais da Marinha Mercadante no Brasil. Uma fica sediada no Rio de Janeiro e a outra em Belém – PA. Lá o total de vagas é distribuído para homens e mulheres.

O processo de inscrição começa em junho. Quem estiver interessado precisa ter terminado o ensino médio e ter entre 17 e 23 anos. O conteúdo da prova será português, inglês, matemática e física.

Força Aérea

Para entrar na força aérea você vai encontrar as seguintes opções para cursos: Escola de Especialistas de Aeronáutica, Escola Preparatória de Cadetes do Ar, Academia de Forças Aérea e Instituto Tecnológico de Aeronáutica.

Escola de Especialistas de Aeronáutica

Essa instituição fica no interior de São Paulo, no município de Guaratinguetá. O curso forma Sargentos no período de 2 anos. Para entrar na instituição você deve ter terminado o ensino médio e ter a idade mínima de 17 anos e no máximo 24.

As inscrições para participar do processo seletivo acontecem no mês de março. Na última edição, foram disponibilizadas 88 vagas para homens e outras 245 para serem disputadas entre homens e mulheres. As temáticas das provas são Língua Portuguesa, Inglês, matemática e física.

 

Escola Preparatória de Cadetes do Ar

A escola preparatória de cadetes do Ar, forma jovens em um sistema que equivale ao ensino médio do Sistema Nacional. O curso acontece sobre o regime de internato com duração de três anos. Lá os alunos aprendem sobre as disciplinas gerais e militares.

Para estudar na instituição, o candidato não pode ter menos de 14 anos e nem completar 19 até o fim do ano da matricula do curso. As provas exigem conhecimentos em português, matemática, inglês e uma redação e é aplicada no mês de julho.

 

Academia de Forças Aérea

A Academia da Força Aérea tem o objetivo de formar oficiais Aviadores, Intendentes e de Infantaria da Aeronáutica. A exigência para poder ingressar na instituição é ter o ensino médio completo e idade entre 17 e 23 anos

As inscrições ocorrem no mês de abril e as provas são aplicadas no mês de junho. As matérias que estarão no certame são português, matemática, física, inglês e uma redação.

Instituto Tecnológico de Aeronáutica

O ITA fica localizado na cidade de São José dos Campos – SP. Ela é uma instituição de ensino superior da Força Aérea Brasileira e tem vínculo com o Departamento de Ciência e Tecnologia. Quem completou o ensino médio está apto para participar do concurso.

Quem pretende se inscrever vai poder fazer isso entre agosto e setembro. Aprova que exige conhecimentos em física, inglês, matemática e química, são aplicadas no mês de dezembro. A idade para participar do processo é de no mínimo 17 anos e no máximo 23.

Exército Brasileiro

As possibilidades que o Exército Brasileiro oferece são encontradas nas seguintes instituições: Escola de Sargento das Armas, Escola Preparatória de Cadetes do Exército, Instituto Militar de Engenharia e Escola de Formação Complementar do Exército.

Escola de Sargento das Armas

Atualmente, a ESA é o estabelecimento de ensino do Exército que se destina à formação de Sargentos Combatentes de carreira, das armas de infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia e Comunicações. O aluno vai viver em regime de internato durante o período de formação. Os custos da estadia são pagos pelo estado.

Quem tem interesse pode escolher entre as formações de combatentes, músicos e na área da saúde. Para se inscrever o candidato precisa ter o ensino médio completo. O período de inscrição é de maio a julho e a prova é aplicada em outubro. As matérias cobradas nas provas são as seguintes: português e literatura, matemática, história, geografia e redação.

Escola Preparatória de Cadetes do Exército

A instituição fica localizada em Campinas – SP, trabalha para formar cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras, iniciando a formação do oficial combatente do Exército Brasileiro. A novidade a partir anos é que a escola passou a admitir mulheres.

Se você já completou o ensino médio, está apto para concorrer uma vaga na instituição. As inscrições vão de abril a junho e o teste é aplicado em setembro. A idade permitida para se inscrever é de 17 a 22 anos. Para a prova estude português, literatura, matemática, história, geografia, física, química, inglês e redação.

Instituto Militar de Engenharia

Essa Instituição é no âmbito do Exército do Brasil, responsável pelo ensino superior de engenharia. Você vai encontrar cursos de graduação, pós-graduação e extensão universitária para militares e civis. A escola está inserida no Sistema de Ciência e Tecnologia do Exército, cooperando com a prestação de serviços e execução de atividades de natureza técnico-científicas.

Para pleitear uma vaga, você precisa ter concluído o ensino médio, ter no mínimo 16 anos de idade e não passar dos 21 anos. As inscrições acontecem de julho a setembro e a prova é aplicada em outubro. Matemática, português, inglês, física e química são as matérias exigidas no teste.

Escola de Formação Complementar do Exército

Na Escola de Formação Complementar do Exército o candidato vai se tornar um oficial do quadro complementar, que atua em diversas áreas de interesse do Exército. São elas: Administração, Ciências Contábeis, Comunicação Social, Direito, Economia, Enfermagem, Estatística, Informática, Magistério, Psicologia, Pedagogia e Veterinária.

Para participar do processo, você precisa ter uma das formações exigidas e possuir no máximo 36 anos de idade. As inscrições acontecem de junho a agosto e a avaliação é feita em setembro. Além dos conhecimentos em língua portuguesa, língua estrangeira (inglês ou espanhol) e geografia do Brasil, o candidato vai responder questões sobre a sua área de formação no teste aplicado.

 

Escola militar, exigências militares

Quem escolhe essa carreira precisa ficar ciente de que será bastante exigido no seu dia a dia. A guerra já começa na tentativa de ingresso. As escolas mais tradicionais contam com alguns dos processos seletivos mais difíceis do Brasil. E vai muito além da cobrança em relação aos seus conhecimentos, a concorrência também é muito grande.

Depois dessa etapa é a hora de comemorar? Não, agora que as coisas vão começar a ficar pesadas. O estudante precisa saber que a partir do momento que eles ingressaram em um colégio militar, o estudante vai precisar acompanhar a rotina diária de um futuro oficial militar, e não é tarefa simples.

O estudante desse tipo de instituição tem que seguir as regras: Horário para acordar, treinamentos físicos, além de um curso que exige muito dos alunos. E não se pode esquecer das provas e trabalhos do curso. Mas os frutos que você vai colher no futuro compensam todo esse esforço. Quem entra nessa, acaba se apaixonando pelo serviço militar.

Dicas para concursos militares

Nós já sabemos que é muito complicado disputar uma vaga em um concurso militar. Quem tem o objetivo claro de passar, deve ter a consciência de que a sua “militarização” começa na hora de estudar. Disciplina é uma palavra básica para quem quer ingressar em um cargo desses.

Como podemos ver, as provas para esse tipo de concurso são focadas no que aprendemos no período do ensino médio. Portanto, relembrar as lições básicas da escola é o primeiro passo para a preparação.

Uma das etapas que deve ser encarada com seriedade é a preparação física. Imagine que depois de estudar quase 12 horas por dia para passar na prova, você não consegue fazer nem uma repetição na barra física! Seria lamentável.

Se você não tem o costume de praticar exercícios físicos, procure incluir eles na sua rotina de preparação. Se possível procure um profissional da área de educação física que possa orientar o seu treinamento focado em condicionamento físico.

Afinal, vale a pena seguir a carreira militar? Quais são os benefícios?

Como toda carreira, sempre vamos encontrar os prós e os contras. A carreira militar não é um paraíso, mesmo sabendo que nosso país não está passando por nenhum tipo de guerra civil, como enfrentam os países do oriente médio. O ideal é dar uma olhada nos benefícios que podem se sobressair aos sacrifícios.

Plano de carreira e salários

Quem quer entrar para as Forças Armadas já fica de olho nos valores oferecidos em relação aos vencimentos. Você terá a mesma garantia de que vai receber seu salário que um funcionário público tem. Essa estabilidade pode te abre possibilidades de construir um patrimônio, comprar um apartamento, por exemplo, já que você vai poder fazer financiamentos com os menores juros possíveis.

O crescimento dentro da corporação, as mudanças de cargo, vão proporcionar o aumento de seus rendimentos de forma bem elaborada e justa.

Ganhe bônus

Um grande incentivo para que é militar das forças armadas é em relação ao seu crescimento profissional. Ao fazer alguns cursos ou começar a exercer alguns cargos específicos. O militar recebe bônus em seus vencimentos.

Militares que escolhem fazer cursos como montanhismo, paraquedismo, relacionados a área da saúde, entre outros, acabam recebendo esse tipo de benefício. Dependendo do cargo, o militar também vislumbra esse recebimento de bônus.

Educação

Quando você está servindo exercendo as funções militares, você está ciente de que a qualquer momento você pode ser realocado para outra região. No fim do ano seu filho presta o vestibular e passa. Porém, você fica sabendo logo em seguida que você vai ser transferido. Os militares podem garantir uma vaga em outra cidade, no caso de faculdade pública. Se a faculdade for particular existe a possibilidade de se obter descontos.

Saúde

Mesmo com os cuidados que os militares recebem no quartel e a estrutura muito bem elaborada dos hospitais militares, o oficial recebe o benefício de um atendimento de qualidade, tanto para si quanto para sua família.

Não se pode esquecer que em caso de alguma doença incapacitante ou falecimento do militar, sua família terá direito a um dos seguros mais efetivos do Brasil, a Pensão Militar. É mais uma forma de manter a sua segurança financeira e da sua família.

Tempo

O militar do exército recebe os 30 dias de férias que são comuns a todos os trabalhadores. Os finais de semana também são livres, exceto em casos de plantão ou missões especiais. Na semana, o horário de trabalho é fixo, isso significa que você pode investir nos seus estudos ou abrir novas possibilidades fora da instituição.

Ser ou não ser?

Com todas essas informações, nós podemos considerar que a carreira militar é um plano para uma vida estruturada, de muitos sacrifícios, porém com benefícios que vão servir para você e toda a sua família.

Sem contar com a satisfação de poder estudar e aprender uma profissão. Muitos civis não conseguem realizar esse sonho. Além da formação, você termina os seus estudos e, na maioria dos casos está com emprego garantido até a sua aposentadoria.

Por fim, existe o orgulho de defender a pátria de maneira íntegra, agindo em favor do nosso país, não apenas em situação de conflitos, mas também dividindo os nossos conhecimentos em prol da melhoria da nossa nação.

Sobre Blog Concursado

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo Blog Concursado que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.