Preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário

Tempo de leitura: 6 minutos

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário. Dependendo do nível desejado para assumir um cargo no meio judiciário, até mesmo com o ensino fundamental é possível alcançar esse sonho.

Muitas pessoas ainda sonham com um cargo público, principalmente pela garantia de ter um emprego garantido, sem precisar ser pego de surpresa pelos cortes na empresa, como acontece no setor privado.

Além das pessoas que já tem uma carreira no mercado de trabalho, os estudantes, que sequer tiveram a primeira experiência profissional, também alimentam o sonho de fazer um concurso e seguir carreira no setor público. Dentre os concursos mais disputados, o setor judiciário é um dos mais procurados e, saiba que qualquer pessoa pode conseguir realizar esse sonho, pois não é preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário.

Existem alguns cargos específicos para conseguir trabalhar no setor judiciário, por isso não é preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário. Abaixo, listamos alguns cargos para você entender melhor cada área e saber por quais caminhos seguir para conseguir um trabalho no setor judiciário. Por exemplo, para os cargos de assistente e técnico não é preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário. Veja mais detalhes a seguir.

1# Para ser assistente judiciário não é preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário

Se você tem apenas o ensino fundamental, saiba que mesmo assim é possível sim ter um cargo no setor judiciário. O nível do ensino fundamental é suficiente para ser assistente judiciário. Mas o que faz um assistente judiciário?

O assistente judiciário é responsável pela parte operacional no setor judiciário, trabalhando nas áreas de recepção e arquivando documentos importantes e, você não precisa se preocupar em não dar conta do trabalho, pois para ser assistente judiciário não é necessário ter tido experiências anteriores e, se você quer mesmo seguir carreira na área do judiciário, está ainda será uma chance de você conhecer o setor e continuar estudando para crescer na carreira e tentar outros concursos na área judiciária. Mesmo que não seja preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário, se você tem apenas o ensino fundamental e conseguir o cargo de assistente judiciário, não pense duas vezes antes de dar sequência na sua formação acadêmica, continue estudando e consiga seu diploma de ensino médio e de nível superior. Lembre-se que conhecimento nunca é demais. O cargo de assistente judiciário pode ter a remuneração variando entre R$ 1500,00 até R$ 2600,00 mais os benefícios do cargo.

2# Para ser técnico judiciário também não é preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário

Se o cargo desejado no setor judiciário envolver a área de técnico judiciário, será preciso ter o nível de ensino médio, ou seja, também não será preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário. Em alguns casos, ter um curso profissionalizante como informática ou web design, ainda podem ajudar para conseguir um cargo técnico judiciário ainda mais específico.

O profissional que é técnico judiciário irá trabalhar em áreas que vão exigir habilidades mais complexas do setor judiciário, como a área administrativa, que exige que o profissional tenha domínio de ações que envolvem processos judiciais e administrativos. Para desempenhar o cargo de técnico judiciário não é preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário, e a remuneração, além dos benefícios do cargo, pode chegar a mais de R$ 4000,00.

Lembrando que você pode continuar estudando para conseguir um diploma de ensino superior e então poderá fazer um concurso em que seja preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário.

3# Analista de nível superior de outras áreas pode trabalhar no setor judiciário

Para as pessoas que tem diploma de nível superior em áreas diferente do direito podem conseguir uma vaga como Analista no setor judiciário, até porque não é preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário.

Profissionais formados nas áreas de comunicação social e nas áreas de medicina também podem fazer concursos para trabalhar no judiciário. Em alguns estados, a remuneração para analistas do setor judiciário pode ultrapassar R$ 5000,00.

#4 Concursos para quem é formado em direito e quer trabalhar no setor judiciário

Assim como existem áreas do setor judiciário em que não é preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário, existem cargos que só podem ser ocupados por quem concluiu o curso de nível superior e tem o diploma de direito.

A exigência do diploma de nível superior no curso de direito para determinadas áreas do setor judiciário é exigido para que a candidato tenha conhecimento de assuntos específicos da área e possa desempenhar suas funções da forma correta.

E não é só para estes cargos mais específicos que é preciso ser formado em direito para prestar concursos para trabalhar no judiciário, em outros concursos também é preciso ter diploma de nível superior para exercer determinada função, como acontece em concursos militares por exemplo.

Seja qual for o nível da prova do concurso que você fará, uma coisa é certa, você precisará estudar e estar bem preparado, tanto para fazer a prova de concurso público, quanto para exercer suas atividades no novo cargo.

Muitos candidatos preparam-se por anos para conseguir ser aprovado no concurso para trabalhar no judiciário, então, mesmo que você não consiga passar na prova na primeira tentativa, não desanime, você pode se inscrever em outro concurso e tentar mais uma vez.

No final desse longo período de preparação e estudos que antecedem o concurso público, você sentirá a sensação de dever cumprido, então, é só acompanhar a divulgação dos resultados e cruzar os dedos para alcançar seu objetivo de ter um trabalho no setor judiciário, tendo ou não o diploma de nível superior em direito.

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.