Passar em concurso público de primeira (sem cursinho) é muito difícil?

Tempo de leitura: 6 minutos

Há quem diga que ser aprovado em um concurso público é uma missão quase impossível. Mas, ao contrário do que muitos pensam, as provas para esses exames não são tão impossíveis assim.

Entretanto, não basta acreditar somente na sorte e torcer para que o Divino Espírito Santo ilumine seus conhecimentos no dia dos testes. Apesar de não ser um bicho de sete cabeças, a aprovação para um concurso público realmente requer um bom tempo de estudo e dedicação às matérias descritas nos editais.

Mas, afinal, passar em concurso público de primeira sem cursinho é muito difícil? Essa é a principal dúvida dos concurseiros de primeira viagem que prezam pela tão sonhada aprovação. Se você quer saber a resposta para esse questionamento e conferir dicas de preparação, continue a ler este artigo até o fim!

Posso passar de primeira (sem cursinho) em um concurso público?

É claro que SIM!

Mas não pense que essa será uma tarefa tão simples. As vantagens dos cursinhos preparatórios é que eles têm professores de plantão para te ajudar e são capazes de impor muito mais disciplina na sua rotina de estudos, sem falar na interação com outros candidatos, que é igualmente importante.

Entretanto, esses cursinhos também podem sair por um preço alto e exigir uma carga horária que algumas pessoas, por inúmeros motivos, não tem disponível no momento. Afinal, muitos candidatos precisam trabalhar e se dedicar a outros projetos paralelos à preparação para os testes.

Se você quer passar de primeira em um concurso público, sem precisar fazer cursinhos, saiba que sua autodisciplina e foco deverão estar muito bem treinados. Para te ajudar nesse momento, preparamos algumas dicas que poderão ser realmente úteis na sua nova jornada de concurseiro.

Confira!

  1. Estabeleça sua meta e principais estratégias

Qual é o seu objetivo com um concurso público? Qual a área de trabalho que realmente te atrai profissionalmente? É importante que você tenha isso definido para que você não perca o foco e saia se inscrevendo em todos os concursos que encontrar pela frente.

Muita gente acha que só o salário importa e que a melhor empresa/cargo é aquela que pagar mais. Se você pensa assim, você não está no caminho certo. Além disso, vale ressaltar que o processo preparatório de um cursinho não é o mesmo para todas as vagas ofertadas. Os editais variam e as exigências acadêmicas também.

  1. Seleção e rotação de matérias exigidas no edital

Com ou sem cursinho, o fato é que você vai precisar de estudar (e muito). Além das matérias mais comuns, como Língua Portuguesa e Redação, por exemplo, alguns editais incluem disciplinas que irão exigir que você saia totalmente da sua zona de conforto.

Dependendo da sua área de interesse, podem ser cobrados conteúdos relacionados à direito administrativo, gestão de pessoas, noções de ética, entre outros assuntos bem diferentes. Nesse aspecto, a dica é pesquisar por boas referências de estudos (online e em livros físicos) para que você possa organizar o seu roteiro de aprendizado.

Com esses materiais em mãos, crie uma planilha que contemple todas as matérias e estabeleça um tempo para estudar cada uma delas. Se você trabalha em algum período, tente separar, no mínimo, duas horas por dia para estudar. Não se esqueça dos finais de semana e feriados, mas gurde um tempo para o lazer também!

  1. Não deixe nenhuma matéria para trás

Ainda que você domine uma matéria, é fundamental que você não a deixe de lado. Muitas vezes, é nas disciplinas consideradas mais fáceis que são aplicadas a maioria das famosas pegadinhas nas questões das provas.

Dedique total atenção à todas as disciplinas do edital e estude para valer! Além disso, a teoria dessas matérias também não deve ser esquecida. Por mais importante que sejam os exercícios práticos e simulados, a teoria servirá como base para todo o seu conhecimento. Por isso, tenha equilíbrio em relação aos dois lados da moeda: prática e fundamentos teóricos.

  1. Teste seus conhecimentos com exercícios e provas antigas

Da mesma forma, não adianta se tornar um perito acadêmico em uma matéria. Afinal, para ser aprovado você precisará responder questões e não escrever uma tese sobre cada disciplina.

Sendo assim, você precisará testar seus conhecimentos com toneladas de exercícios, inclusive com testes online e simulados. Estudar por meio de provas antigas de concursos da área do seu interesse também é uma boa dica, pois você terá a oportunidade de conhecer o estilo real das provas da instituição do seu interesse.

  1. Use o mapa mental como estratégia alternativa

A técnica do Mapa Mental é uma grande dica para revisões rápidas, pois trabalha com palavras-chave e resumos. Fazer um mapa mental é simples: pegue uma folha de papel em branco e escreva, no centro, o seu tema principal.

Se o seu tema de estudo for Direito Penal, escreva o título com alguma caneta colorida e, à medida que for estudando, vá puxando setas ou parênteses desse tema para incluir outros fatos relevantes sobre ele no papel.

No final, você verá que as informações passam a ser dispostas em um verdadeiro mapa do conhecimento. O processo é parecido com um Brainstorming, utilizado por profissionais de marketing e publicidade, no qual são incluídas todas as ideias e informações relevantes sobre um produto.

  1. Procure interagir com outros candidatos

Não é porque você não está em uma sala de aula que você não pode conhecer outros concurseiros. Essa interação é importante porque permite que você tenha contato com candidatos que já participaram de algum processo seletivo ou que estejam se preparando da mesma forma que você.

Além da troca de experiências, com essa interação você poderá fazer uma breve análise do seu próprio desempenho. Use as redes sociais para conhecer outros candidatos, participe de fóruns tira dúvidas e procure estar atento às novidades da sua área.

Viu só? Passar em concurso público de primeira (sem cursinho) é possível, mas não é tarefa fácil. Dedique-se aos estudos e concentre-se nos seus objetivos!

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.