O que fazer se o recurso pela correção da prova for negado?

Tempo de leitura: 6 minutos

As vantagens de se trabalhar nas incríveis vagas de concurso público atraem diariamente os olhos de brasileiros para os tão concorridos concursos públicos, que vem se tornando uma alternativa para quem quer conseguir uma vida mais confortável nesse país.

 E isso acontece por causa de uma diversidade de motivos, como por exemplo, a imensa resseção econômica que toma toda a economia do país e que acabou fazendo com que as muitas empresas do setor privado realizassem tomassem medidas extremas para fugir da falência, aumentado o desemprego no país todo, o que só faz com que o índice de desemprego suba a cada dia.

Dessa maneira, para fugir do setor privado e sua crescente onda de desemprego, a população migrou sua busca de vagas de emprego para o setor público, onde há uma segurança e estabilidade maior que nos outros setores, que é um dos principais fatores da fama do setor público que acabou por chamar a atenção de centenas de trabalhadores para esse setor nos últimos anos.

Além de tudo isso, temos alguns outros fatores que atraem olhares para a vida pública, como os bons salários, que são mais vantajosos do que aqueles oferecidos na iniciativa privada, e os ótimos benefícios do setor público, que são somados ao salário, é por isso acabam por atrair um imenso número de trabalhadores e desempregados da rede privada que buscam uma rota de fuga.

Afinal, no fim do dia, independente da crise, a verdade é que sempre irão haver contas para pagar e é preciso se assegurar que haverá um salário na conta todos os meses para garantir a sua sobrevivência e a de sua família.

Mais ainda, há também aquela parcela de brasileiros que busca uma maior qualidade de vida, algo que é difícil de ser conseguido dentro do setor privado.

Afinal de contas, dentro da iniciativa pública, a jornada de trabalho de cada trabalhador costuma ser respeitada, de maneira que horas extras são praticamente inexistentes, enquanto no setor privado fazem parte da rotina de praticamente todos os trabalhadores.

Enquanto ainda estamos no assunto, vale a pena notar outra das grandes vantagens de se trabalhar no setor público: a variedade de campos de atuação. Dessa forma, há oportunidades para todos os tipos de trabalho, gostos e desejos de carreira, de forma que há tanto opções com salários um pouco mais modestos, quanto vagas para salários absurdos, que acabam sendo as vagas mais disputadas.

Porém, o que costuma interromper essa busca é como que ocorre o ingresso em vagas do setor público, por acontecer de maneira diferente daquilo que é praticado no setor privado. Isso porque para conseguir um trabalho na iniciativa pública é preciso antes ser aprovado em uma ou mais provas que é conhecida como concurso público.

E como a concorrência é alta, cada ponto faz a diferença, de forma que se você perder um ponto por causa de erros na redação ou da correção da prova, você tem um direito de entrar com um recurso com a organização do concurso para realizar a correção da forma correta. Porém, nem sempre esse recurso é aceito, de forma que você acaba não conseguindo aquilo que desejava.

E é exatamente pensando nessas situações expostas acima que nós separamos aqui algumas informações que vão ajudar você, a saber, o que fazer caso você tenha o seu recurso de correção de prova negado. Afinal, em concursos públicos bem acirrados, cada ponto pode significar a diferença a diferença entre estar fora e conseguir a sonhada vaga.

Entenda o que fazer caso tenha o seu recurso de prova negado

Muitas vezes as provas de concursos vêm com algum erro em sua composição que pode acabar prejudicando um ou outro candidato. Por isso mesmo que depois da divulgação do gabarito e do resultado preliminar é que há um período que é aberto pela organizadora do concurso para que os participantes enviem recursos solicitando a correção de um determinado componente da prova.

Dessa forma, dentro do período estipulado e das regras estipuladas pelo concurso para o requerimento de um recurso, o candidato preenche a solicitação de maneira clara e direta, de forma a solicitar a correção daquilo que achou errado, de forma que isso pode alterar o resultado final ou não.

Isso porque o recurso pode ser tanto aceito quanto negado pela banca examinadora, que vai analisar todos os recursos recebidos para uma determinada prova e avaliar quais são pertinentes ou não, de forma a aceitar alguns e deferir outros. Aqui vale ressaltar que tanto os recursos aceitos quanto os negados são divulgados para conhecimento geral dos participantes do concurso.

A grande dúvida que fica sobre o assunto é: o que fazer quando um recurso de correção for negado? Infelizmente, se a banca analisou o seu pedido de recurso e atestou que ele é inconsistente, de forma que ele foi negado, a verdade é que já não há mais o que fazer, isso porque a banca realizou uma análise cuidadosa daquilo que você solicitou e viu que não era pertinente.

Dessa forma, o seu recurso é dado como negado e a alteração que foi solicitada por você não é efetuada, de forma que não vai haver alteração alguma na prova e nos resultados em decorrência da sua solicitação.

Como há apenas um período específico para a solicitação do recurso, uma vez que os resultados são divulgados, eles são definitivos, já que com eles é divulgado o resultado definitivo do concurso, que não há como ser alterado.

Por isso mesmo, na hora de escrever o seu recurso, verifique se ele é pertinente e se está escrito de maneira clara e direta, de forma que você se faça entender pelos examinadores de forma a diminuir as chances de ter o seu recurso negado.

Se o seu medo de ter o recurso negado é de ficar prejudicado de alguma forma no concurso, não é preciso ter preocupação alguma com isso.

Isso porque os pedidos de recurso devem sempre ser realizados de forma anônima para que a banca examinadora não tome o conhecimento de quem solicitou o recurso de tal forma que reconhecer o nome do participante não interfira na decisão final da banca.

Dessa forma, caso você tenha alguma solicitação para fazer em relação à prova, não perca o prazo e não tenha medo de solicitar um recurso. Mas tenha em mente que ele pode tanto ser aprovado quanto pode ser negado, de forma que este resultado final é preciso ser aceito sem maiores contestações.

 

Avalie esta postagem

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.