O que faz um auxiliar de farmácia?

Tempo de leitura: 6 minutos

É bastante comum ver vagas para auxiliar de farmácia em concursos públicos, e muita gente não se inscreve porque acredita que o cargo pode ser ocupado apenas por quem tem curso superior em farmácia e faz parte do conselho regional de farmácia, o CRF, mas não é bem assim.

O auxiliar de farmácia realiza funções diferentes do farmacêutico e consequentemente os pré-requisitos são outros, bem diferentes. Então vamos entender melhor como isso funciona para que você não perca mais nenhuma chance de ser concursado público.

O preciso ser formado em farmácia?

A boa notícia é que não precisa ter ensino superior para concorrer à vaga de auxiliar de farmácia, alguns editais exigem apenas o ensino fundamental. Você também não precisa ser credenciado em nenhum conselho profissional. Mas é necessário que o candidato tenha noções básicas sobre medicamentos e produtos hospitalares.

Normalmente, a carga horaria de trabalho é de 40 horas semanais e os rendimentos podem chegar a R$1.700. É uma boa média salarial, ainda mais para o nível exigido, tenho certeza que da próxima vez que encontrar uma vaga para esse cargo nos editais, vai se inscrever!

Outra vantagem para os concurseiros é que a taxa de inscrição para essa vaga costuma ser bem mais barata que as taxas de nível técnico ou superior. Se interessou por essa vaga? Vamos ver agora o que faz esse profissional, talvez você se encante ainda mais por essa atividade.

Afinal, o que faz um auxiliar de farmácia?

As informações sobre a vaga são tentadoras, mas assim como em qualquer outro concurso público, é fundamental que você conheça as atribuições do cargo que você deseja ocupar, afinal de contas, você terá que desempenhar essa função todos os dias e nada é pior do que trabalhar com o que você não gosta.

Como o próprio nome sugere, a atuação do auxiliar de farmácia será em farmácias hospitalares, ou de postos de pronto atendimento. O principal objetivo desse profissional é prestar assistência ao farmacêutico.

Uma das atribuições, é a organização de medicamentos. O auxiliar de farmácia deve separar os medicamentos, colocar etiquetas de identificação quando for necessário e guardar de forma correta os remédios e outro materiais utilizados na farmácia.

Então, espera-se que o auxiliar seja uma pessoa que goste de organização e que consiga manter tudo nos devidos lugares.

É função do auxiliar prestar atendimento ao público também, claro que esse atendimento não será para prescrever medicamentos ou tirar dúvidas sobre o seu consumo, pois a sua formação não permite realizar essa atividade.

Com atendimento ao público, compreende-se que ele deverá consultar o receituário, localizar, separar e entregar o medicamento ao cliente. É importante que o candidato a essa vaga tenha uma boa comunicação e goste de se relacionar com pessoas, pois nada é mais desagradável do que ser mal atendido, ainda mais quando falamos da área da saúde.

O controle e entrada e saída de produtos da farmácia também deve ser feita pelo auxiliar, deve-se dar baixa nos medicamentos entregues, porque essa prática ajuda também outros setores, como os financeiros, controle de pedidos e administração do local.

Essas são algumas das atribuições que são de responsabilidade do auxiliar de farmácia, que tem o farmacêutico como seu chefe imediato.

Como devo me preparar para essa vaga?

A prova para auxiliar de farmácia é constituída por quatro assuntos, que são português, matemática, conhecimentos gerais e conhecimentos específicos. O conteúdo de português e matemática é de nível fundamental e aborda temas mais básicos dessas disciplinas.

Para a prova de português, o candidato deve estudar sobre sílabas, formação de palavras, ortografia e classes de palavras. Deve ter também conhecimento de como é a utilização de crase e dos sinais de pontuação. É importante saber pronomes, e interpretação de texto.

Já para as questões de matemática, você deve relembrar os conceitos de raiz quadrada, potenciação, além das operações matemáticas básicas que são adição, subtração, multiplicação e divisão. Fique atento, pois essas questões vêm sempre acompanhadas de problemas, ou seja, é a hora de unir interpretação de texto com essas operações.

A prova tem também momentos em que o candidato deve resolver equações simples de primeiro grau e deve saber porcentagem noções básicas de geometria. Não esqueça de rever os conceitos de MMC (mínimo múltiplo comum) e de MDC (máximo divisor comum).

Na parte de conhecimentos gerais, caem coisas sobre cultura nacional, geografia e história do Brasil e do mundo. Tem questões sobre acontecimentos políticos e outros eventos noticiados por veículos de informação, por isso é indispensável estar com os noticiários em dia.

Outra coisa que costuma cair nas provas é a Constituição Federal, logicamente não serão conteúdos complexos, mas o ideal é ler o que está previsto na constituição antes da prova.

Prova de conhecimentos específicos

Como foi dito anteriormente, os candidatos à vaga de auxiliar de farmácia não precisam ter formação superior em farmácia, mas deve ter conhecimentos prévio de medicamentos. Então prepare-se para estudar bastante.

Leia as resoluções da ANVISA para farmácia, procure ficar ciente das normas de higiene, das políticas públicas de saúde. Estude também sobre o SUS (sistema único de saúde) e é imprescindível que você conheça as políticas nacionais de medicamento.

Estude também sobre conceitos de farmacologia, medicamentos genéricos, posologia, medicamentos fitoterápicos e medicamentos alopáticos, pois tudo isso vai te ajudar na hora de responder as questões.

É importante saber também sobre como deve ser o descarte dos materiais, já que não podem ser simplesmente jogados no lixo e compreender sobre como é feita a manipulação de alguns remédios.

Passe na frente dos concorrentes

Como deu para perceber, apesar das vantagens desse cargo, tem muito conteúdo para ser estudado. Mas não desista! Se é essa a vaga de concurso público que você quer, se dedique e estude bastante.

Um auxiliar de farmácia é muito importante para o funcionamento de hospitais, pois ajuda a garantir o bem-estar de muita gente e ainda contribui com a organização da saúde pública. Mas trabalhar com isso, será ainda mais gratificante quando você lembrar de toda a trajetória que percorreu para conseguir sua aprovação.

Sobre Blog Concursado

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo Blog Concursado que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.