Grávidas podem prestar concursos públicos com prova de aptidão física?

Tempo de leitura: 6 minutos

O TAF, Teste de Aptidão Física, é muito comum nos concursos públicos para os cargos de bombeiro, policiais militares/civis, guardas municipais, técnicos de segurança, entre outras funções. Já que realmente pode ser cobrado uma avaliação e testes físicos realmente completos, o TAF é motivo de muita especulação e curiosidade entre os candidatos.

Mas, e quanto às gestantes? Será que para esse grupo de mulheres os exames de aptidão física também são exigidos normalmente? Ou será que as grávidas não podem se candidatar para determinados cargos?

Esses e outros esclarecimentos sobre o TAF você irá conhecer ao longo deste artigo. Confira!

Como funcionam as provas de aptidão física nos concursos?

Não existem regras ou parâmetros definidos para um exame de aptidão física. Afinal, cada cargo requer uma desenvoltura específica que irá variar de acordo com a função do candidato. Entretanto, uma coisa é certa: todas as provas de aptidão física são de caráter eliminatório e/ou classificatório.

Há alguns anos, somente as carreiras militares exigiam provas físicas. Entretanto, hoje em dia é cada vez mais comum nos depararmos com editais de cargos variados que exigem algum tipo de TAF.

Normalmente, os testes avaliam a condição física de um candidato em realizar algum tipo de exercício em um tempo ou quantidade de séries pré-determinadas. Como por exemplo, podemos citar um teste de 12 minutos de natação, abdominal, barra fixa, entre outras atividades físicas.

Os exames de aptidão física para mulheres

Biologicamente falando, as mulheres tendem a ser mais frágeis do que os homens. Por este motivo, as provas de aptidão física para o sexo feminino nos concursos públicos tendem a ser mais brandas.

Um bom exemplo que retrata esse contexto são os testes de corrida. Normalmente, é exigido que os homens corram 2.400 metros em 12 minutos.

Já para as mulheres, são pedidos cerca de 2000 metros. É claro que esses 2.400 metros podem ser alcançados por uma mulher. Entretanto, para manter os princípios de isometria, as provas físicas costumam ser mais amenas.

Mas, afinal, grávidas podem prestar concursos públicos com TAF?

A pergunta que não quer calar: e quanto às gestantes? Grávidas ou lactantes podem prestar concursos públicos com prova de aptidão física?

Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa sobre o assunto, não existe qualquer tipo de lei que impeça a grávida de se inscrever para um cargo público ou que dê a ela o direito de não se submeter ao teste físico.

É claro que uma gestante de seis meses ou mais não será obrigada a nada. O que realmente acontece é que a jurisprudência (e mais de 90% dos editais) resguarda a mulher grávida e permite que ela remarque outra data para a avaliação física do cargo que pretende ocupar.

Além disso, os editais também costumam apresentar orientações claras para a situação das gestantes, orientando-as sobre todo o procedimento de remarcação de dia e horário dos testes.

As atividades físicas são permitidas na gestação?

A gestação é um período que traz grandes modificações para o corpo de uma mulher. Sendo assim, é preciso que as atividades físicas sejam moldadas de acordo com a situação de cada gestante.

Mas, será que os treinos podem fazer mal à mãe ou ao bebê? Como devem ser o ritmo e a frequência de atividades?

A prática de atividades físicas é sempre benéfica, até mesmo para as grávidas. Os exercícios auxiliam no fortalecimento do corpo da gestante, contribuem para o desenvolvimento do bebê, ajudam no bom trabalho de parto e beneficiam a recuperação após o nascimento da criança.

Mas atenção! Apesar de benéficos, os exercícios físicos deverão ser evitados em casos de:

  • Sangramentos;
  • Risco de parto prematuro;
  • Tromboflebite;
  • Insuficiência cardíaca ou doença miocárdica;
  • Embolia pulmonar recente.

Como deve ser o treinamento das gestantes para o TAF?

O tipo de treino irá depender do tempo de gravidez e do estilo de teste de aptidão física do cargo pretendido pela grávida ou lactante.

Além do fortalecimento dos músculos, que é feito por meio da musculação, gestantes podem optar por caminhadas, bike indoor, treinos de resistência, natação ou hidroginástica. Yoga e pilates também são recomendados, pois trabalham a postura, a força e o equilíbrio físico e mental do organismo.

Mas, seja qual for o tipo de exercício, é fundamental o acompanhamento de um médico e de um personal trainer em todo o processo. Vale ressaltar também que os treinos devem ser de intensidade média a moderada, e a frequência cardíaca da gestante não pode ultrapassar 140 batimentos por minuto.

O que deve ser evitado na preparação física das grávidas?

Em função das mudanças no corpo da mulher e do desenvolvimento do feto, alguns tipos de exercícios físicos devem ser evitados. Os principais são:

  • Atividades de alto impacto, pois o risco de lesão é mais alto;
  • Exercícios que demandam alto nível de equilíbrio;
  • Apneia (travar a respiração durante o exercício) e mergulho, pois as chances de embolia pulmonar podem aumentar muito no período da gestação ou lactação;
  • Alongamentos mais intensos e movimentos que exigem grande amplitude das articulações;
  • Exercícios realizados ao se deitar de barriga para cima, pois isso atrapalha o retorno venoso no organismo.

Dicas para uma boa prova de aptidão física

Grávidas e lactantes precisam de atenção especial, entretanto, algumas dicas são comuns a todos que buscam realizar uma boa prova de aptidão física. Conheça algumas dicas rápidas:

  • Prepare-se para o TAF com antecedência (no mínimo 12 semanas antes);
  • Procure um acompanhamento de um profissional de educação física ou outro especialista;
  • Se possível, dedique alguns treinos para corridas ou barra fixa;
  • Treine regularmente e com disciplina;
  • Respeite o seu tempo de descanso;
  • Cuide da sua alimentação;
  • Evite treinar exposto ao sol forte;
  • Mantenha seu corpo hidratado.

Você viu que nem mesmo as grávidas e lactantes escapam das provas de aptidão física. Por isso, é fundamental estar bem preparado e cuidar da saúde com muito foco e disciplina. Para as gestantes, essa cautela deve ser ainda maior. Por fim, prepare-se para os testes e mantenha o foco no seu sucesso. Boa sorte!

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.