Fui aprovado em dois concursos, mas quero desistir de uma vaga… e agora?

Tempo de leitura: 6 minutos

Não custa trazer uma palavra clichê para você incorporar quando tiver que lidar com a situação “desesperadora”, que é atingir o objetivo em dose dupla, depois de meses e meses se preparando, mas não quer seguir por um deles é A palavra é: calma.

Quando você considera “fui aprovado em dois concursos, mas quero desistir de uma vaga” pode parecer, mas não é um bicho de sete cabeças. No entanto, cabe estabelecermos alguns critérios antes de saber exatamente o que fazer para deixar de lado uma das duas vagas sem que sejamos atormentados.

É necessário saber, antes de tudo, o que o levou a escolher os concursos que participou e o que o levou a desistência deles. Só de imaginar que passaram meses em busca de melhor qualidade de vida, boa remuneração e estabilidade e de repente, se aprovado em dois processos seletivos e escolher aquele com que não se encaixa é preocupante.

Lógico que é importante focar nas vantagens proporcionadas nos editais sobre as vagas oferecidas, mudar de vida para melhor é sempre uma opção razoável. Ler as regras do jeito certo pode ser a chave entre a satisfação ou o arrependimento. E se você concentrou toda a sua atenção na remuneração, pode acabar ignorando as atividades pertinentes à função que podem não ser do seu agrado.

Então o maior cuidado ao dizer “fui aprovado em dois concursos, mas quero desistir de uma vaga” é saber se está fazendo a escolha certa na hora de dizer não a uma dessas duas opções que estão abertas, já que depois que a nomeação passar de você para outro candidato não haverá mais o que fazer.

A leitura a fundo do edital pode tirar todas as dúvidas. Coisas sobre a rotina da profissão podem ser comparadas com a atenção e evitar que a pessoa se adapte a uma rotina numa função faça a pessoa sentir-se mal e decepcionada quando estiver na rotina do trabalho.

Principalmente se a sua decisão for afetar mais pessoas. Por exemplo: se a família inteira precisar mudar de bairro, município e até mesmo de estado para que o aprovado possa ser nomeado e exercer a função escolhida. Dependendo da mudança, os filhos, se houverem, com certeza precisarão mudar de escola; o cônjuge, se trabalhar, vai ter que abandonar o emprego.

E daí, o candidato percebe que o cargo está aquém das suas expectativas tornando-se uma experiência totalmente negativa. É um salto de “fui aprovado em dois concursos, mas quero desistir de uma vaga… E agora?” para “fui aprovado em dois concursos, mas quero desistir de uma vaga… Mais uma vez”.

Como se precaver de fazer a escolha errada? Simples: ler o edital em três tons de relevância: diminuir as chances de arrependimento está em entender o regulamento até conseguir falar como o Arnaldo César Coelho a expressão: “a regra é clara!”

Se informar

Okay! Você se candidatou a duas (ou mais vagas) e passou em todas, mas agora precisa escolher uma delas, não é? Então, se identificar com a vaga é de suma importância. Na leitura informativa, há a possibilidade de já perceber se há sintonia com a vaga.

Ler direitinho sobre o cargo e suas atribuições, o salário e benefícios, onde será lotado (local onde irá trabalhar) e etc.

Se decidir

Pois é. Tem gente que já se decide na primeira leitura, mas esquece que muitas informações, específicas dizem muito sobre a rotina do trabalho e elas podem ser encontradas no edital. O conteúdo específico que foi estudado, por exemplo, é a maior dica de para se decidir se aquele é realmente o cargo que se encaixa no seu perfil.

A última leitura é a “estratégica”, indispensável para que o candidato se organize e prepare seu estudo. É a fase onde ele vai se inteirar da pontuação daquela prova, número de questões e o tempo de prova.

Se avaliar

Essa talvez seja a leitura mais profunda que o candidato pode fazer entre as provas que passou. Analisar sua pontuação, principalmente nas questões que exigem um conhecimento técnico mais específico diz muito sobre ter a proficiência para aquela vaga ou não.

Fui aprovado em dois concursos, mas quero desistir de uma vaga. O que fazer?

Primeiro manter a calma. Sabe exatamente qual a vaga quer para você e qual vai abrir mão? Agora vamos às possibilidades do que se deve fazer. Primeira coisa é se atentar às linhas pequenas dos editais que podem esconder pegadinhas com solicitações de documentos que podem fazer com que a vaga escolhida, também possa ser perdida.

Saiba que, ao desistir da vaga, por uma determinação legal a sua nomeação irá passar diretamente para o próximo candidato aprovado – mesmo que a sua seja a última vaga disponível, ela será remanejada –. Ou seja, alguém deverá preencher esse espaço de qualquer forma.

“Ah! Então se eu fui aprovado em dois concursos, mas quero desistir de uma vaga é só me aparecer para nomeação daquela de meu interesse e abandonar a outra, né?”. Não. Não é.

Nada impede que você tome essa atitude, mas vamos combinar que você estará atrapalhando o livre andamento do processo. Além do que, algumas vagas ficam travadas por um longo período até serem remanejadas, podendo até mesmo a atrasar sua nomeação em outra vaga – mas não impedindo –.

Não seria uma atitude, no mínimo, cidadã. É com orgulho que se deve dizer “fui aprovado em dois concursos” e o ato de desistir de uma vaga tem que ser feito da forma mais íntegra possível. Como isso pode ser feito? Com a Declaração ou Termo de Desistência.

Protocolar o termo ou declaração diante do órgão em tempo hábil para que outros candidatos interessados possam conseguir fazer sua nomeação dentro do prazo de validade. O modelo pode ser encontrado facilmente na Internet e não há a necessidade de reconhecimento de firma ou autenticação, mas sim, de que a assinatura esteja idêntica ao seu RG.

A próxima coisa que você vai dizer ao pensar “fui aprovado em dois concursos, mas quero desistir de uma vaga” será: “não abri mão, mas sim, escolhi a profissão que vai garantir o meu futuro”.

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.