Foco, concentração e memorização

Tempo de leitura: 6 minutos

Foco, concentração e memorização

Para se ter êxito ao longo da sua vida, foco, concentração e memorização são qualidades essenciais para o indivíduo. Para os concurseiros, mais ainda. São características que direcionam os vencedores e bem-sucedidos, tanto na vida pessoal quanto na carreira profissional.

Foco significa o ponto mais importante ou o principal. Consiste em trabalhar com disciplina e de modo contínuo para, através de um bom planejamento, atingir o seu objetivo principal.

Podemos definir concentração como a ação de encaminhar para o centro, tornando mais forte e evitando a dispersão.

E a memorização, é fixar metodicamente, através de repetições (ou não), alguma coisa na memória.

Essas três palavras, foco, concentração e memorização vão caminhar juntas, lado a lado, com todo prestador de concurso público.

É simples, para vencer, ser aprovado, você tem que memorizar e aumentar seus conhecimentos, manter-se sempre concentrado, e ter foco para alcançar o seu sonho.

Embora o foco, a concentração e a memorização estejam interligados, eu vou procurar descrever um pouco das técnicas separadamente. Primeiro o foco e a concentração, depois a memorização.

Foco e concentração

Para você que pretende mudar de vida através de um cargo público, é fundamental manter o foco e a concentração, principalmente nos estudos. Caso contrário, as chances de conseguir uma aprovação se tornam ínfimas.

Quem não conseguir se manter com foco e a concentração plena, muito seguramente, terá problema com os estudos. Uma mente dispersa não tem o mesmo poder de absorção de uma mente determinada, que é convicta, decidida.

Por essa razão é muito importante saber escolher o local para estudar e evitar locais que chamem a sua atenção demasiadamente. A escolha da metodologia de estudo correta também é relevante.

Para manter o foco e a concentração, algumas atitudes podem contribuir, vamos a elas:

  • Pratique atividades físicas regularmente

Há vários estudos que comprovam os benefícios de praticar atividades físicas para a saúde. E para manter o foco e a concentração, não é diferente. Fazendo exercícios físicos você se mantém mais relaxado e evita o estresse e a ansiedade, inimigos do foco e da concentração. Pode ser algo natural como caminhadas com o seu cachorro. O simples fato de estar se exercitando já é o suficiente para diminuir a sobrecarga e a fadiga causada pelos estúdios.

  • Siga uma dieta controlada

Sim, a alimentação também entra na conta do foco e da concentração. O bom funcionamento do cérebro depende de uma alimentação rica em vitaminas e minerais, como a quinoa, ovos, tomates, uvas, salmão, laranja, enfim, alimentos que trazem benefício para o cérebro.

Ademais, a fome é uma das causas da falta de concentração e foco. Tenha sempre por perto algo saudável para comer enquanto estuda.

  • Durma bem

A qualidade do sono é outro fator determinante para manter o foco e a concentração. Não dormir bem afeta o corpo que necessita de descanso para repor as energias, e principalmente o cérebro, que mesmo em repouso, está trabalhando, pois é nesse momento que ele faz a fixação das informações e conteúdo estudado durante o dia.

  • Desconecte-se

Enquanto estuda o mundo exterior não importa. Esqueça TV, celular, tablet e redes sociais. Pergunte-se: qual o seu objetivo? Qualquer distração pode pôr tudo a perder.

Por isso é muito importante o respaldo de familiares e amigos, respeitando seus horários de estudo, sem interromper e sem algazarra por perto.

Em alguns casos, ouvir música enquanto estuda pode ajudar, mas isso depende muito do tipo e da altura. Nada de música sonolenta ou de música raivosa. As preferências são por músicas instrumentais e relaxantes.

  • Onde estudar

Ter um lugar organizado e limpo para estudar ajuda a manter o foco e a concentração. Tem que ser um lugar agradável e que não chame sua atenção para outras coisas.

  • Rotina de estudos

Opte por estudar em horários que você consiga manter a concentração. E nesses horários, concentre as matérias que tem menos afinidade. Com o passar do tempo, seu cérebro se acostumará a render mais nesse horário e será mais fácil manter-se focado.

Deixe todo o material organizado antes de começar a estudar, justamente para evitar ficar se levantando e procurando o que precisa.

Às vezes a inversão teoria e exercícios pode ser vantajosa, pois você quebra a rotina. Faça primeiro os exercícios, depois corrija lendo a teoria. Ajuda na concentração.

O estudo em grupo é válido quando todos têm o mesmo objetivo, do contrário, é distração na certa.

  • Quando é necessário reativar a concentração

Se perceber que o cansaço está tomando conta de você, é hora de tomar um banho para depois recomeçar. Não force a barra, pois o resultado não será positivo.

  • Pequenos intervalos são importantes

Não é recomendado estudar ininterruptamente. A pausa é essencial para fortalecer a mensagem no cérebro.

  • Pense sempre nas recompensas

Outra dica para manter o foco é se lembrar da recompensa que terá ao conquistar o objetivo. Verá que a chama da motivação estará sempre acesa.

Memorização

Existem muitos métodos de memorização, e cada indivíduo se adapta melhor com um. Nosso cérebro é uma máquina que desconhece limitação. Basta escolher a melhor forma de memorização para você, que ele vai corresponder.

Uma das maneiras mais usuais e eficientes é a memorização através da escrita. Quando você escreve, o poder de concentração é maior, por consequência, a memorização também. A fixação do conteúdo é mais eficaz quando se lê e escreve, mesmo se for um resumo.

Outra metodologia que pode ser utilizada para memorização é procurar assimilar a informação a uma imagem. É chamada de aprendizagem visual. É comumente usado por pessoas com maior facilidade de fazer leitura corporal, interpretação de gráficos, e com alto grau de perceptividade ao que acontece à sua volta.

Ainda existem várias formas de memorização:

  • Memorização por leitura – característica de quem lê bastante, em virtude de uma maior facilidade de assimilação e armazenamento das informações somente lendo. Geralmente fazem leituras repetidas em voz alta.

  • Memorização por audição – também muito comum entre os estudantes, que gravam os conteúdos e os escutam exaustivamente. Tem alto poder de absorção de conteúdo em aulas, cursos e palestras, mesmo sem fazer anotações.

  • Memorização tátil-cinestésico – são aquelas pessoas que geralmente “falam com as mãos”, ou que precisam tatear as coisas para melhor absorver o conhecimento. Precisam de lugares maiores, pois são muito inquietos e não conseguem ficar paradas.

Foco, concentração e memorização, não necessariamente nessa ordem, podem ser considerados sinônimo de sucesso para quem quer passar em um concurso público.

E lembrem-se concurseiros, mesmo nos momentos mais desanimadores e difíceis, sorriam, pois relaxa o corpo e a mente, deixando-os prontos para receber nova carga e informação.

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.