Falo alemão, quais concursos prestar?

Tempo de leitura: 6 minutos

“Ich spreche Deutsch…” ou melhor: “falo alemão, quais concursos prestar?” é o que você vive se questionando depois que aprendeu o idioma – ou quando se lançou ao mercado de trabalho, já que é proficiente na língua – o que fazer, já que parece não ter muita relevância conhecer alemão ou não. Foca no “parece”.

Existem muitas opções no mercado de trabalho, sim!

Apesar de não ter a divulgação e o alcance do inglês, francês e do espanhol, o alemão ainda é uma língua com uma imensa importância no que concerne à comunicação, principalmente dentro da União Européia e já percebeu o quanto é necessário para negociantes e empresas manterem contato com grupos empresariais europeus?

Ao dizer “falo alemão, quais concursos prestar?”, provavelmente você deve ter a esperança que pode entrar para algum órgão ou empresa federal e desenvolver atividades baseadas em cima dessa sua habilidade peculiar.

Afinal de contas, o alemão é um idioma tão impressionante, mas também imprescindível para trabalhar num mundo onde a liderança da União Européia é alemã.

Então, estabilidade e boa remuneração é uma das preocupações ao dizer “falo alemão, quais concursos prestar?”. Mas, não é apenas de falar alemão que vive as aprovações em concursos específicos para poliglotas. A imensa maioria das vagas pede, no mínimo, que dentre os pré-requisitos além de falar o idioma, é necessário ter o ensino superior completo.

Das mais variadas possibilidades, você pode ser desde um instrutor, fiscal, tradutor e concorrer para se tornar um representante brasileiro no exterior. Uma gama de possibilidades que podem garantir uma melhoria de vida para quem quer garantir um espaço para exercer suas competências.

A nação que venceu a Copa do Mundo em 2014 aqui no Brasil, nos trazendo uma tristeza no esporte (depois daquele famigerado 7×1) tem mais de 125 milhões de falantes no mundo, seja como língua nativa ou como segundo idioma. Ou seja, uma entre três pessoas na Europa falam alemão.

O alemão é uma das línguas que mais impressionam em seu quesito de efetividade e tem uma das gramáticas mais interessantes.

Uma sentença inteira pode ser expressa em apenas uma palavra, como é o caso de “Wamawihead”, que significa “o que faremos hoje à noite?”.

Além dessa curiosidade, o idioma tem uma das maiores (senão a maior) palavras do mundo. Falar “Grundstücksverkehrsgenehmigungszuständigkeitsübertragungsverordnung” é praticamente impossível sem a fluência no idioma.

Então, no momento que você fala “falo alemão” é na verdade um diferencial que deve ser respeitado e, por mais que você possa pensar que não, as oportunidades tanto para cargos privados, quanto públicos existe, e nós vamos enumerar algumas para concursos públicos aqui.

Já que falo alemão, quais concursos prestar?

Trazemos uma lista de opções para você que está empolgado com a possibilidade de prestar um concurso público por causa do idioma.

Professor de Alemão

“Falo alemão, quais concursos prestar?” e o óbvio aparece: ensinar alemão para universidades federais. Podendo acontecer à demanda em todos os estados do Brasil, essa vaga requer a aprovação numa prova teórica e que o candidato esteja cursando licenciatura em Letras-Alemão, ou que já seja graduado.

Tradutor Público e Intérprete Comercial (Tradutor Juramentado)

Existe um decreto brasileiro que impede que documentos estrangeiros tenham validade, sem a devida tradução para o idioma pátrio. Então, o tradutor juramentado, ou o TPIC garante, que uma ementa, livro, certificado e qualquer tipo de documento que tenha sido criado num outro idioma que não o oficial do nosso país, tenha sua devida oficialidade a partir da tradução

Você, ao se tornar TPIC, deverá traduzir todos os documentos para torná-los oficiais, sejam certidões, atestados, acordos e quaisquer que sejam, e para que os textos tenham validade em território nacional, seja de modo comercial ou governamental.

O concurso para esta vaga ocorre de tempos em tempos e sua demanda vem da necessidade da Junta Comercial do local onde o candidato esteja residindo.

Para ocupar a vaga, é preciso ser maior de idade e em muitos casos ter acesso ao nível superior de ensino, além de todos os outros requisitos necessários à participação tanto das provas, quanto da nomeação para o cargo.

Agente Fiscal de Rendas

Sei que a máxima “falo alemão, quais concursos prestar?” questionam aqueles voltados apenas para quem fala o idioma, mas aqui o ele serve como diferencial para critério de desempate.

Mas a possibilidade de trabalhar para o Ministério da Fazenda ou mesmo numa Secretaria da Fazenda de algum estado importante (como São Paulo) é uma possibilidade iminente.

O Agente Fiscal de Rendas faz em segredo a fiscalização de todos os tributos federais ou estaduais e, em paralelo, ainda pratica funções administrativas, de coordenadoria, chefia, assistência, consultoria entre diversas outras, juntamente com os órgãos julgadores.

“Paga bem?” Vejamos: o salário inicial fica pela base de R$ 8.000,00, é uma boa remuneração? Se você considerar que sim, então parabéns! Além de fluência em outro idioma, deve ter o ensino superior concluído e não ter antecedentes criminais.

Diplomata

Nunca se imaginou tratando de assuntos diretamente numa baixada alemã? Viajando até a Alemanha para resolver pendências na nossa embaixada em solo alemão ou estar tratando das relações internacionais brasileiras com a proficiência no idioma que você possui?

Você diz “falo alemão, quais concursos prestar?” e provavelmente gostaria de participar de um processo seletivo para algo que te garanta além da estabilidade, uma remuneração inicial por volta dos 17 mil reais, não é mesmo?

Ser diplomata brasileiro seria um sonho possível para você. A vaga solicitada pelo Itamaraty, melhor dizendo: Ministério das Relações Exteriores (MRE) promove um nativo do Brasil a ser um representante nacional em solos internacionais.

Resolvendo e negociando questões de interesse da federação, avaliando soluções para crises, comerciais e estatais, e procurando formas de proteger a nação.

Para seguir essa carreira, deve ter a fluência em idioma estrangeiro, ter o ensino superior completo e ser brasileiro nato. Além disso, não deve haver nenhum entrave com a própria documentação, principalmente a eleitoral. Em fim de carreira um diplomata está recebendo em média 26 mil reais, um ótimo caminho para quem gosta do idioma.

Sobre Blog Concursado

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo Blog Concursado que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.