Em qual matéria devo me aprimorar para o concurso da polícia rodoviária federal

Tempo de leitura: 6 minutos

O concurso federal da Polícia Rodoviária Federal (PRF) é bastante concorrido e requisitado. Atualmente, o país e principalmente o estado tem uma carência muito grande, devido à falta de policiais.

Mas, essa realidade poderá mudar a partir do primeiro semestre de 2017, porque as inscrições para o concurso de policial rodoviário federal já estão abertas. Com prazo para encerramento no dia 30 de dezembro de 2016. Por isso, se você quer ingressar nessa carreira, vale muito a pena de inscrever e se dedicar para passar nessa prova.

Remuneração de Policial Rodoviário Federal

Para se candidatar no concurso o participante precisa ter entre 18 a 65 anos, ter o ensino superior completo, não precisa ser uma área específica, é indiferente e também deve ter carteira de habilitação.

Atualmente, o salário de um policial federal está em torno de R$ 6719,91 e auxílio-alimentação no valor de R$ 458,00. Em janeiro de 2017, esse salário terá um reajuste, que pode chegar até R$ 9501,98, a remuneração de um policial federal.

A remuneração ainda não é o suficiente pelo trabalho que os nossos policiais federais enfrentam, poderia ser mais valorizada. Mas, pela falta de efetivo, número de vagas, consequentemente é difícil que se encontrem pessoas com potencial para esse cargo.

A realidade nas ruas

Para ter uma ideia da dificuldade de iniciar esse concurso de policial rodoviário, os dados de 2016, não são nada animadores: falta em torno de 2500 policiais, para ter uma segurança a mais nas ruas. E ainda tem as vagas que são desocupadas. Nem quinze mil vagas são preenchidas, pelo fato de faltar um efetivo.

Faltam pessoas que tenham esses requisitos para poder passar na prova, e depois do resultado, ainda devem passar por testes psicológicos. E, nesses casos, algumas pessoas reprovam. O estado está em uma crise muito grande, mas, não devemos deixar que isso afete o concurso público de policial rodoviário federal.

O ministro da justiça, Alexandre de Moraes, afirma que necessita de contratação de novos policiais rodoviários, mas, que, devido à crise, há muita dificuldade para fazer esse concurso e ter novas contratações. Devido ao fato, de que o governo está cortando os gastos desse efetivo.

Organização dos estudos

O estudo para concursos públicos deve ser feito de uma forma bem regrada e organizada. Ter uma rotina de estudos e horários ou um horário para cada matéria, mas, nunca deixar de ao menos dar uma olhada no material todo o dia.

Para se uma organização mais disciplinar é viável que se tenha um planejamento no seu computador com planilhas com dias, horário e qual matéria estudar. Com isso, você não irá ficar desorganizado, e conseguirá estudar com mais calma e tranquilidade.

É muito importante também, que se cuide da alimentação. Pois, em épocas de estudo, as pessoas tendem a ficar mais nervosas e ansiosas, e consequentemente, começam a comer muita “porcaria”, que em vez de ajudá-las na atenção, acabam por estragar.

Tenha uma alimentação diferenciada, com comidas leves e lanches saudáveis. Pois, só assim, você irá ter mais foco e concentração no seu estudo e poderá atingir os seus objetivos.

O que irá cair na prova?

Geralmente, os concursos públicos ou não, são provas, que exigem do candidato foco, concentração e raciocínio lógico. As questões que caem nesse concurso de policial rodoviário federal são basicamente, sobre acidentes causados na rodovia.

Como deve ser a abordagem do policial? Como deve atender a ocorrência? Enfim, questões que necessitam de um raciocínio lógico e um pouco de estudo. As questões da prova, normalmente, são de marcar a alternativa. São questões de física aplicada. São conteúdos que você já aprendeu ao longo do seu ensino médio ou também da sua graduação.

Mas, mesmo assim, é necessário que estude e se dedique ao máximo. As questões não são difíceis, a dificuldade encontrada é apenas o tempo de duração da prova e o nervosismo. Por esse motivo, deixe o nervosismo e a ansiedade de lado. E mostre o quanto estudou e se dedicou a esse concurso.

A diferença entre ética e moral

Você já deve ter estudado um pouco sobre a ética e a moral. São assuntos bem complexos, e por vezes, complicados. Mas, são muito importantes para todo o cidadão brasileiro. Pois, muitas pessoas se enganam por entender que sabem o significado e diferença da ética e da moral. Mas, continuam indo contra o seu próprio caráter e valores.

Mas, afinal? Qual a diferença de ética e moral? A ética irá fazer com que você reflita sobre as suas ações morais. Não tem uma regra. E, com essa reflexão, você irá começar a se questionar se as suas ações são corretas ou não, de acordo com o que você acha correto na sociedade. Está basicamente ligada aos seus valores e o seu caráter.

Já, a moral é uma bagagem cultural que traz junto com você, são normalmente a “regra da sociedade”, são normas impostas da sociedade sobre cada cidadão. Dito como “certo ou errado”. 

E, muitas outras questões a respeito de ética, moral, princípios e leis devem cair nesse concurso. É ideal que possa ter acesso as provas de concursos anteriores, para ir estudando de acordo com as questões de concursos passados. O que deve ser analisado e avaliado muito bem são as leis, que geralmente, mudam de acordo com os anos.

Estude a língua portuguesa

Quando for realizar qualquer prova, independente do concurso, é essencial que se tenha um domínio na língua portuguesa. Leia diariamente bons livros, jornais, internet ou até mesmo escute rádio.

Pois, são dessa maneira lendo ou ouvindo que você irá aprender a ter mais o domínio da língua portuguesa. As regras mudaram já faz algum tempo, é importante que você tenha esse conhecimento de quando a língua portuguesa foi atualizada e quais foram essas modificações. Geralmente, mais de 50% das questões na prova, é basicamente o uso correto da língua.

Esse é um dos pontos para que você possa começar desde cedo a ler o jornal todo o dia, e quando se der conta, estará lendo livros de até 500 páginas por mês.

Passar nos concursos, independente, do cargo que estará se candidatando, não é uma tarefa fácil. Exige tempo, dedicação e principalmente organização. Mas, mantendo o foco e toda a motivação que te fizeram se inscrever, definitivamente, terá todo o potencial para dar certo e chegar ao seu objetivo, que é passar no concurso.

Sobre Blog Concursado

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo Blog Concursado que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.