Dicas para uma boa Redação em Concursos Públicos

Tempo de leitura: 6 minutos

Este ainda é um tema que assusta muita gente em provas de concursos públicos: a temível Redação.

Existem muitos certames que exigem a elaboração de uma redação para chegar à nota final. Para alguns cargos, a redação se torna obrigatória, e, apesar na globalização de conteúdo que existe hoje em dia, ela ainda é temida por muitos concurseiros.

O medo da redação em concursos públicos é tanta que é considerado por uma boa parte dos concurseiros como o maior desafio das provas, a verdadeira ‘pedra no sapato’.

E não estão de todo errados em se sentirem apavorados, pois uma nota baixa na redação pode comprometer o restante da avaliação.

O interessante é que a redação em certames também assusta estudantes de outras áreas, como os vestibulares e o exame do ENEM, por exemplo. E tem mais, alguns certames, sejam concursos públicos, vestibulares ou exame do ENEM, universidades, inclusive, exigem nota mínima para a redação.

O que acontece na realidade é que muitos dos candidatos chegam despreparados, por isso se sentem sem confiança para fazer uma boa redação e acabam comprometendo todo o restante.

A falta de preparação é uma das maiores causas. Muitos concurseiros pegam pesado nas matérias e deixam a redação de lado, o que tem se mostrado ao longo dos anos um grande erro. A pontuação diminui, e dependendo para qual cargo é o concurso, tem um peso ainda maior.

O que é preciso ter em mente é que a elaboração de um bom texto exige concentração, atenção, segurança e um certo conhecimento prévio do assunto. E muitas vezes, uma opinião formada.

O que ajuda é sempre estar atento ao que acontece no país e no mundo. Acompanhar um noticiário, ler um jornal, buscar informações na internet, etc. Você precisa ter conhecimento do que se está falando no planeta, principalmente os assuntos que envolvem muita gente.

Pensando em ajudar os concurseiros mais assutados a acabar de vez com essa insegurança na hora de fazer uma redação em algum concurso público (e também postulantes a uma faculdade), abaixo vamos listar algumas dicas para sua redação ficar acima da média.

Acompanhem:

  1. Manter a calma

Todo mundo que entra nesse mundo de concurso público, com certeza, escuta muito isso: mantenha a calma.

Não à toa é uma das dicas mais valiosas, e não só na hora de fazer uma redação, como para qualquer outro tipo de exame.

As pessoas que se afobam e escrevem sob pressão cometem mais erros e não conseguem articular corretamente o texto.

Isso quer dizer que quanto mais nervoso você estiver em relação à redação do concurso, pior tende a ser o seu desempenho.

  • Cuidado com a caligrafia

Esse ponto também é muito importante.

Para que consigam avaliar é preciso entender o que você escreveu, então é muito importante tomar cuidado com a grafia. Sua redação precisa ser legível. Se houver dificuldade na leitura, mesmo suas colocações sendo ótimas, sua nota será baixa.

Procure treinar a sua escrita antes de prestar um concurso público que exija redação como complemento de avaliação. Treine, inclusive em uma folha parecida com a que oferecerão no dia. Assim fica mais fácil administrar o espaço.

  • Saiba o que está acontecendo no Brasil e no mundo

Isso, nós comentamos brevemente lá em cima…

É de suma importância que você se mantenha atualizado com o que acontece, e a nível internacional.

Geralmente, o tema da redação proposto pelos exames se refere a algum acontecimento recente que possa ter marcado ou causado discussão, mas isso não é uma regra.

Já aconteceu em alguns concursos do tema proposto ser completamente fora da atualidade, baseadas em acontecimentos históricos, por exemplo. Ou ainda em relação ao cargo que está em disputa.

Como preparação, leia e escute noticiários para não correr o risco de ficar perdido no assunto. Evite, também, tomar partido de algum assunto, a não ser que seja solicitada sua opinião.

Quando você se depara com algum tema que já tenha escutado ou lido, a insegurança tende a ir embora, pois você tem um certo conhecimento no assunto.

  • Atenção aos textos de apoio

É comum solicitarem para desenvolver a sua redação a partir dos textos de apoio, e não fazer dele o começo para a sua dissertação.

Neste caso, compreender o que o texto de apoio diz é fundamental, visto que sua capacidade de compreensão será avaliada.

Utilizar dados que você conhece sobre o assunto e transcrever eventuais trechos dos textos de apoio na sua redação pode ser um diferencial. Mas nada de ‘Ctrl C’ e ‘Ctrl V’.

  • Organize suas ideias antes de colocá-las no papel

Você precisa ter muito cuidado para não soltar suas ideias de qualquer jeito no papel, sem coesão ou coerência. Isso pode lhe tirar pontos preciosos, mesmo que a sua proposta seja boa.

A organização do texto é primordial para conseguir pontuar bem, portanto, desenvolva-o com calma.

Se achar que consegue controlar bem o tempo, faça um rascunho com suas ideias, depois monte o texto de forma que ele fique coeso e coerente. Sem se esquecer dos erros gramaticais, que também podem diminuir a sua nota.

  • Evite generalizar

Generalizar um determinado assunto é visto como falta de reflexão e pouco conhecimento. É aquele famoso ‘migué’, ou ainda, o ‘encher linguiça’.

Evite dar opinião dos outros de forma generalizada, a não ser que tenha dados científicos para citá-los.

  • Cuidado com o pleonasmo

A redundância é considerada vício de linguagem, que, aliás, tira pontos.

Tenha cuidado para não ficar repetindo o mesmo argumento no decorrer da redação.

  • Cuidado com os exageros

A hipérbole também não é um recurso para ser usado em uma redação, seja de que tipo de certame for, em especial, aquelas que pedem para que você faça redação dissertativa argumentativa, que é comum. Então, evite-as.

A grande vantagem de uma dissertação é que você pode opinar, no entanto, você precisa mostrar firmeza na sua posição, então não invente e nem queira exagerar nas informações.

  • Opte por frases curtas

Principalmente se você não tiver experiência e costume de escrever. Com frases longas o risco de errar acentuação, por exemplo, é maior.

Sem contar que a ideia pode ficar confusa.

  1. Evite usar chavões e linguagem regional

Chavões, definitivamente, não servem para enfeitar ou melhorar o texto. Na verdade mostram uma certa preguiça em desenvolver frases.

E quanto à linguagem regional, pode ser que o examinador não as conheça, então melhor ficar no básico. Tome cuidado na hora de se expressar.

Outras Dicas:

  • Evite ambiguidades, fazendo uma redação clara e direta.
  • Pratique sempre que possível.
  • Evite usar exclamações em excesso.
  • Use citações sempre que possível, mas não em todo parágrafo.

Agora é só estudar e praticar, pois você já conhece as principais dicas para sua redação ser destaque.

Sobre Blog Concursado

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo Blog Concursado que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.