Dicas como Treinar Cérebro e Manter a Concentração.

Tempo de leitura: 6 minutos

Ainda bem que existem dicas para treinar o seu cérebro e deixá-lo mais apto e aberto à recepção de novos conteúdos.

Primeiramente, para quem está disposto a prestar um concursos público, a preparação é essencial para ter sucesso.

Contudo, muita gente ainda não consegue se manter focado nos estudos, ou seja, manter a concentração durante os estudos.

Em suma, é sobre isso – dicas para treinar seu cérebro e manter a concentração – que vamos discorrer neste post.
Não deixe de acompanhar!Como podemos pilotar nosso cérebro?

Como podemos pilotar nosso cérebro

Esse é um dos pontos fundamentais para manter a concentração, e não só nos estudos, mas em tudo o que você se propõe a fazer.

Saber pilotar, ou seja, treinar o seu cérebro é essencial para uma boa preparação, afinal, a distração pode colocar todo o seu plano em risco.

Em outras palavras, nós, seres humanos, tendemos a ser naturalmente distraídos, principalmente agora, em tempos de internet, smartphones e redes sociais.

Desse modo, é possível melhorar a capacidade de concentração, seja no trabalho ou nos estudos seguindo as observações de especialistas em neurociência sobre como funciona o nosso cérebro.

Sim, nesse post há menções e dicas baseadas em estudos científicos acerca do assunto.Pode até escutar música, mas cuidado com o repertório…

Pode até escutar música, mas cuidado com o repertório

Existe estudo que mostra que escutar música simultaneamente com o estudo pode ser benéfica para uma boa preparação para concursos públicos.

Um dos benefícios de ouvir música enquanto estuda é bloquear eventuais ruídos provenientes de outros ambientes.

Além disso, a música pode ajudar a trazer relaxamento e concentração no que está fazendo.

Ainda assim, você precisa tomar muito cuidado com o repertório escolhido, pois o efeito pode ser exatamente o contrário, ou seja, pode colocar tudo a perder.

Da mesma forma que não deve ser músicas que não gosta. Por outro lado, também não pode ser a sua preferida.

Contudo, no seu repertório deve constar músicas que você já conhece e gosta de ouvir.

Evite escolher um repertório com músicas que ainda não conhece bem, pois isso tende a fazer com que o seu cérebro se distraia tentando avaliar uma música totalmente nova ou que você ainda não consegue completamente.

Pesquisadores de Taiwan apontam que tanto trilhas sonoras que trazem sentimentos excessivamente positivos ou negativos tiram o foco dos estudos e do trabalho.

Logo, a melhor escolha é para uma playlist com músicas conhecidas, mas que sejam um tanto quanto indiferente.

Nesse meio tempo, segundo alguns profissionais ligados aos concursos públicos, especialmente coach’s de concurseiros especialistas em memorização, uma boa playlist pode ajudar a não perder a concentração.

Ao passo que, outro ponto que vale a pena falar é em relação ao volume. Sem exageros, hein? Lembre-se, não se trata de uma festa ou comemoração. É apenas uma técnica de estudo que pode ajudar você a treinar o seu cérebro para potencializar o aprendizado.Atenção quanto à alimentação e hidratação!

Atenção quanto à alimentação e hidratação

É extremamente vital permanecer alimentado e hidratado, pois isso ajuda a manter a concentração.

E podemos dizer que isso é obvio, não é mesmo? Ficar com fome ou com sede faz com que você pense nisso e deixe de prestar atenção nos estudos como deve.

Contudo, não precisa encher o estômago com algo muito substancioso, porque isso pode deixá-lo com preguiça e fadigado.

Especialistas recomendam frutas, alimentos leves e sucos. Além, é claro, de água, que é essencial para manter o cérebro funcionando, mas sem excesso, justamente para evitar querer ir ao banheiro toda hora.

Nesse sentido, o importante mesmo para se manter concentrado nos estudos é fornecer ao seu organismo uma energia suficiente para aquele período de estudo ou de trabalho.

À título de curiosidade, um estudo realizado por pesquisadores ingleses mostrou que pessoas com sede tende a demorar mais tempo para completar as suas tarefas em comparação com pessoas que se mantém hidratadas.

Não se esqueça dos exercícios

Estar em constante movimento, ou seja, fazer exercícios físicos regularmente já não é mais somente importante para ter uma vida longa e saudável.

Como resultado de um estudo americano, realizado por pesquisadores da University of Illinois, a prática regular de exercícios físicos pode desenvolver partes do cérebro ligadas à atenção e à memória.

E de acordo com este estudo, os benefícios já podem se sentidos em pouco tempo, logo depois que isso virar rotina.

A rapidez de processamento de informações tende a aumentar após 30 minutos de exercícios moderados, como por exemplo, uma caminhada na esteira ou uma pedalada.

Aprenda a meditar

Em tempos de excesso de informações e estímulos, esvaziar a mente pode parecer difícil, mas os benefícios da meditação são imensos para as suas funções cognitivas.

Desse modo, para quem não sabe, de acordo com pesquisadores americanos, a análise do córtex cerebral de praticantes de meditação, mostra que a prática consegue aumentar a capacidade de fixar a atenção, além de favorecer a memória e facilitar a tomada de decisões.

Exatamente o que os concurseiros mais desejam. E muitos profissionais também!

O sono também é muito importante para o cérebro

Nesse ínterim, profissionais médicos afirmam que pessoas que dormem pelo menos sete horas por noite têm atividade cerebral significativamente superior à daquelas que passam menos tempo na cama.

Igualmente, outro fator que pode ajudar a manter a concentração ao longo do dia é a já famosa soneca.

De acordo com um estudo conduzido por pesquisadores australianos, jovens adultos que dormem por 90 minutos depois do almoço experimentaram ganhos em memória e capacidade de aprendizado.

Faça resumos à mão

Muita gente prefere usar a tecnologia, mas escrever à mão, anotando suas ideias e fazendo resumos, como nos velhos tempos, tem o poder de fixar melhor o conteúdo.

E isso foi comprovado por alguns pesquisadores das Universidades de Princeton e da Califórnia.

De acordo com o estudo, escrever à mão ajuda a processar melhor os dados, e não de forma superficial como acontece, por exemplo, com o uso do teclado.

Faça intervalos periódicos. Ajuda na concentração e cérebro agradece.

Por fim, podemos citar que é importante fazer intervalos periódicos durante os estudos.

De acordo com profissionais da saúde mental, o nosso cérebro só consegue se manter totalmente focado em algo por cerca de uma hora, logo depois, perde-se o poder de concentração.

Nesse sentido, é recomendado fazer uma pausa de até 10 minutos para levantar, esticar-se, movimentar um pouco o corpo, ir o banheiro, tomar um café, etc.

Enfim, ainda vale lembrar que alguns pesquisadores austríacos afirmam que ingerir cerca de 230 ml de café podem ajudar a diminuir a suscetibilidade às distrações.

Sobre Blog Concursado

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo Blog Concursado que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.