Conteúdos que mais caem nos concursos públicos

Tempo de leitura: 6 minutos

Passar em um concurso público é o sonho de muitos, isto pela estabilidade que só ele proporciona e os salários conjunto aos benefícios acima da média geral empregatícia. Com tais vantagens, é uma prova concorrida que necessita de conhecimento acima da média para garantir uma boa colocação e conquistar a vaga.

Na hora de estudar, o que pode ocorrer a dúvida no que focar e no que provavelmente cairá na prova, mas tudo vai depender de qual função deseja conquistar uma vaga e para isto é necessário ler o edital.

Mas, para já ir se preparando, há conteúdos que sempre caem em concursos públicos, como português, conhecimentos gerais, informática e matemática básica. Já para concursos mais concorrido como para bancos, tribunais e serviço policial, estão sendo exigidos noções do direito, principalmente direito constitucional.

Português

Conhecimentos sobre o modo de escrita da nossa língua materna cai em todos os concursos, sem exceção, mas também elimina muitos candidatos que caem em pegadinhas presentes na gramatica e ortografia.

Os conteúdos tradicionalmente exigidos são concordância verbal (colocação do sujeito correto junto ao verbo da frase), colocação pronominal (o uso de pronomes oblíquos átonos, vos, nos, lhes), o uso de acentos (a crase gera ainda muitas duvidas de quando deve ser usada), regência verbal e regência nominal.

Estas duas ultimas trazem duvidas e confusões ao candidato porque muitos acreditam que se deve- seguir  a regência verbal para escolher o complemento na frase, mas a relação nominal com substantivos e adjetivos são segue necessariamente o verbo.

O melhor jeito de aprender estes conteúdos é por meio da realização de exercícios e uso da gramatica no momento da duvida, não apostando na tática de apenas decorar.

Matemática

São exigidos conhecimentos abordados no ensino fundamental e médio. As funções matemáticas do fundamental são razão, proporção, porcentagens, equações de 1° e 2° grau, áreas de figuras planas, produtos notáveis.

Os conteúdos do ensino médio são probabilidade, juros compostos e simples, progressão aritmética e geométrica, além de análise combinatória.

Nas provas de concurso também são inseridas questões relacionadas à lógica, que juntam noções de matemática do ensino fundamental e médio para descobrir saber o nível de habilidade e sobre raciocino nesta matéria.

Por ser muito conteúdo, é bom estudar com antecedência e focar naquilo que tem mais dificuldade e pouco conhecimento. 

Conhecimentos gerais

Para este tópico a ser estudado, são exigidos conhecimentos em torno de historia, economia, politica e meio ambiente, e não pasta focar nos livros de história e economia é preciso ler jornais e revistas. Acompanhar os noticiais e estar por dentro dos principais acontecimentos na politica e economia do Brasil e mundo.

O tema sobre meio ambiente requer informações e perspectivas sobre o desmatamento da Amazônia, formas de energia limpa, atitudes sustentáveis.

São muitos temas, mas em uma semana acompanhamentos os noticiários, se percebe que são abordados todos estes assuntos.

A visão observadora e antenada do candidato é uma característica requisitada pelas empresas para sempre trazer inovação e criatividade a função a ser desempenhada, por isso atualidades sempre esta presente em provas de concurso público.

Informática

Noções sobre informática são cada vez mais exigidos nas provas, como saber sobre as funções de atalhos por botões do teclado, mecanismos da versão Windows XP e demais sistemas operacionais da Microsoft, conhecimentos de Microsoft Office, principalmente Excel e Word, na criação de cabeçalhos e tabelas.

Apesar de ser pouco usado, é pedido sobre a estrutura do navegador Explorer, assim como funções presentes nas principais marcas de e-mail, Gmail e Outlook.

Saber o que significam algumas estruturas de TI como banco de dados, servidores, firewall (segurança da informação), armazenamento em nuvem, rede de computadores e demais mecanismos da área podem lhe garantir uma colocação privilegiada.

Nem todos os concurseiros focam neste conteúdo da prova por creditar que por serem poucas questões em comparação a matemática e português, são menos requisitada em concursos, porém, cada questão certa é uma vantagem diante dos concorrentes.

Direito constitucional

Originado pela Constituição Federal vigente no país, é algo que a principio pode assustar, porém são os tipos de leis, direitos e deveres que estão presentes diariamente em nossa rotina e são uteis para nos gerar consciência cidadã e utilidade pública.

Para começar a estudar Direito Constitucional, se é recomendado partir de sua base, a Constituição Federal, com seus artigos e incisos já interpretados, assim evitando dubiedades e mau entendimento das regras legais.

Compreender o funcionamento e organização do Estado como republica federativa e as diferença de um Estado monárquico é um diferencial, assim como entender os Poderes da União, com suas características independia e harmônicas; e flexões presentes no processo legislativo.

Direito administrativo

É ligado ao ramo do Direito Público Interno que estuda os órgãos, agentes, entidades e atividades públicas do Estado, com foco no interesse público.

Ele analisa a administração feita nas entidades públicas que prestam serviço a nação, como os servidores públicos, contratos administrativos feitos, características dos bens públicos, poderes administrativos empregados ao atendimento  público e demais terminações do ramo.

Sendo um pouco mais extenso e requerindo mais memorização do que o Direito Constitucional é importante ter disciplina para compreender esta vertente do Direito.

Dicas para estudar para concurso

Foco: tenha foco no objetivo de conseguir um emprego concursado, não se desmotivando devido comparações aos outros, pouco preparo e baixa autoestima. Tenha consciência do seu potencial.

Disciplina: precisa elaborar em seu dia-a-dia momento de estudo, lazer e demais atividades que costuma realizar, isto porque o estudo precisa ser priorizado, regular e disciplinado para obter vantagens diante dos concurseiros que menos estudaram. Prepare-se para ter confiança na hora da prova.

Treine: não basta saber a teoria se não consegue aplica-la na pratica. Então busque em livros e na internet exercícios que já foram realizados em concursos anteriores e os faça. A partir deles saberá onde deve focar seus esforços para ganhar conhecimento e superar dificuldades.

Prepare-se para a redação: ela mostra suas habilidades com a escrita, seu esclarecimento, perspectiva sobre situações e momentos que passa a sociedade atual. Não deixe de lado a ortografia, que sempre garante pontos que podem ser os responsáveis por avançar diante dos concurseiros adversários.

 

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.