Concurso Público tem que ter privações e negações.

Tempo de leitura: 3 minutos

O tema do dia é privações e negações. Por que estou colocando esse tema em destaque?

Os concurseiros tem que entender, que Concurso Público é um sacerdotismo, se possível, é dedicação integral.

Muitos clientes vêm fazer consultoria conosco no Master Mind, têm aquela dificuldade danada em passar em concurso. Eles tentam, relutam e desdobram e não conseguem nunca passar, nem que a vaca tussa e nem na porrada, rsrs.

O que eu faço? Pego todo o histórico da vida do concurseiro e vejo que ele faz da vida, o que ele come, o que deixa de fazer. As vídeo aulas e materiais por qual ele estuda.

Fazemos uma mapeamento holístico e o grande problema da maioria das vezes, que é uma das coisa mais simples e banais para fazer, mas as pessoas gostam de torná-la difícil e complexa. Vem com a gente, vou falar mais.

Uma delas é relacionamento amoroso. Tem muito concurseiros aí, que tem pais para bancar os estudos e mesmo assim vai atrás de sarna para coçar.

Esquece namorico, beijo na boca, sexo, quem quer ser concursado, tem que ser um ser estranho, esquisito. Sei que todas impressões sensoriais que enumerei são boas, mas concurso é determinação.

É foco 100% integral nos estudos, só separe 1 horinha para ir na academia todo dia, só para pegar uns pesos, andar de esteira e fazer alongamento, o resto do dia é foco só nos estudos.

Se está namorando, tenha atitude imperativa e peça para dar um tempo, que quer focar apenas nos estudos. Pior ainda, errar 2 vezes, é estar com alguém sem futuro e nada para oferecer para seus descendentes.

Falo por experiência própria, dê o gás quando você tem a juventude a seu favor. Dê valor a isso, tudo na vida é passageiro. Daqui a pouco você está com 40, 50, 60 anos e não fez nada realmente útil em vida terrena, tudo aqui é efêmero, inverossímil, deixe de ser lúdico, de levar as coisas na brincadeira.

E os casados, como ficam? Olha, se você tem menos de 30 anos, está casado e mesmo assim estuda para concurso, por ainda não ter estabilidade, sejamos francos: Você está todo errado, fez o caminho inverso das coisas.

Para eu firmar um matrimônio com um outro alguém, tem que ter sua casa própria, o seu pé de meia já feito e ter rendimentos satisfatórios e constantes. Um casamento na verdade é um contrato civil, jurídico e financeiro.

Fico triste por ainda ter pessoas desinformadas e com ideais bizântinos, casar por casar e foda-se o que estar por vir, O que vier, será. Com todo respeito, é um absurdo.

Você que é casado, não quero lhe enganar, com certeza isso será uma barreira muito alta para você transpor. E se você tem filhos, pior ainda, o muro vai aumentar 5 vezes de tamanho. 

Se você ter foco, fé e querer muito no seu fundo do coração, vai conseguir passar.Só não quero lhe enganar, como muitas pessoas fazem, vai ser muito difícil, quase desesperador, pode demorar mais alguns aninhos, mas verá o seu nome lá na lista de aprovados no Diário Oficial da União ou do Estado como aprovado e classsicados no seu concurso.

 

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.