Concordância verbal e nominal para concursos públicos

Tempo de leitura: 5 minutos

Muitas pessoas encontram nos concursos públicos a oportunidade para melhorar de vida no mercado de trabalho, através de um emprego com um alto salário, oferecendo uma garantia de se obter um vínculo trabalhista de longo prazo.

Mas nem todas as pessoas acabam se confundindo com algumas questões que envolvem estes exames, e isso pode ser um diferencial entre quem será selecionado e quem vai ter que realizar outro tipo de seleção.

Grande parte destes processos contam com uma prova escrita que aborda sobre diversos assuntos, entre eles, o português. E quanto à concordância verbal e nominal, são vários os candidatos que se complicam quanto a aplicação correta destas regras.

Você ainda se confunde ao estudar sobre estas regras? Vamos mostrar algumas questões que muitos candidatos têm dificuldades, e como estudar melhor sobre este assunto.

Como estudar melhor para um concurso

Após ser feita a inscrição, e conhecendo o conteúdo presente do edital, já é possível estudar para as provas. Se você fizer uma boa preparação, você vai ser aprovado, e, enfim, conseguir a vaga que deseja.

A forma mais correta para estudar em um concurso é a de estabelecer uma rotina diária de leitura e resolução de exercícios. Dedique entre uma ou duas horas por dia para memorizar mais sobre o que vai cair nos exames.

Faça anotações, consulte grupos de estudo, e, se possível, encontre provas anteriores sobre o mesmo concurso público, pois isso vai colaborar muito para a melhora do seu rendimento.

Manter o foco também é muito importante, ou seja, na hora de estudar, é fundamental apenas estudar, deixando de lado redes sociais, telefones, TV e outras coisas que possam distrair você. Até mesmo a música poderá lhe atrapalhar mais do que ajudar.

Ao mesmo tempo, dedicar um tempo para o lazer pode ser um ótimo relaxamento para você. Concursos públicos contam com uma carga de estudos que pode ser estressante.

Seja ir a um cinema, a uma festa ou mesmo fazer um passeio ao ar livre, isso vai ser fundamental para que você consiga ficar mais descansado.

Portanto, parar um pouco para alguma atividade prazerosa também pode facilitar para quando você voltar a estudar. A principal regra para o sucesso é a de saber dosar o período de preparação com o período de folga e lazer.

Com todos estes passos, é possível fazer uma prova com muita calma e tranquilidade, de forma que você pode conseguir a aprovação e a tão sonhada em um cargo público, conseguindo uma boa estabilidade em um emprego, e com menos riscos de sofrer demissão e ficar desempregado.

Como a concordância verbal e nominal é aplicada em concursos

Entre os conteúdos presentes nestes exames, a disciplina de português é a exigida em praticamente todas as provas. E um dos temas mais comuns a serem questionados é sobre a concordância verbal e nominal.

Nosso idioma conta com inúmeras regras de gramática, que podem confundir as pessoas se não estiverem muito atentas as questões. Por isso é importante ter muito cuidado com este tema para a realização de um concurso público.

Sobre a concordância verbal, é importante sempre prestar atenção no uso dos singulares e plurais, de forma a verificar como é a aplicação correta de cada palavra dentro de uma frase.

Em um dos exemplos, pode ser usado sobre a aplicação do verbo na mesma conjugação do sujeito de uma frase, como em “os jogadores do time fizeram a festa com a vitória”, em que o verbo conjugado “fizeram” está no plural, referindo-se aos “jogadores”, sujeito da frase.

Este é o uso correto da concordância verbal.

Também é importante ficar atento às questões, que podem pedir que você analise frases onde o sujeito aparece com adjuntos, que podem confundir o candidato.

Podemos ver isso no exemplo: “Os organizadores da competição, tida como revolucionária no meio esportivo, estavam empolgados com o novo campeonato”. Nesta frase, o sujeito (“os organizadores”) não está próximo do verbo (“estavam”), o que pode complicar ainda mais na sua interpretação.

Quanto à concordância nominal, o adjetivo empregado costuma concordar em número e em gênero com o substantivo de uma frase. Ou seja, uma palavra que é ligada a um substantivo precisa concordar com este em número e em gênero.

Vamos ao exemplo “aqueles dois atletas correram muito entusiasmados”, em que a palavra “muito” não sofreu variação por estar aplicada ao adjetivo entusiasmados. Neste caso, a palavra “muito” acaba se transformando em um advérbio, e se torna invariável.

É imprescindível ter um grande cuidado na leitura das questões sobre este assunto. O português é um idioma que conta com muitas regras, em que cada frase pode ser entendida de uma maneira diferente. Mas se o conteúdo for lido com calma e com cuidado, é possível fazer uma boa interpretação de texto e encontrar a resposta certa para cada pergunta.

Estude adequadamente e faça os exames com cuidado

Seguindo as dicas apresentadas, e aprendendo melhor sobre o conteúdo de concordância verbal e nominal, é possível se dar muito bem em um concurso público. É importante estudar corretamente, e se dedicar em tudo o que for cair na prova.

A preparação para uma seleção grande pode ser muito trabalhosa. Mas com foco, dedicação, e estabelecendo uma rotina de estudos adequada, conciliando com alguns momentos de lazer, você pode sim conseguir a tão sonhada efetivação, e ser contratado por uma empresa pública, e assim, ter um emprego estável com um excelente salário.

Não há uma garantia de que você vai passar no primeiro concurso público que fizer. Mas em caso de insucesso, é fundamental que não desista de tentar. Cada concurso pode servir como uma experiência a mais para a sua capacidade de memorização. E em uma próxima oportunidade você pode, enfim, conquistar o emprego que deseja.

Portanto, se seu desejo é fazer um concurso público, vá com tudo. Siga as nossas dicas, e comece a se preparar desde já, mesmo que não tenha um edital na sua área para este momento. Quem sabe em pouco tempo seu esforço já terá uma recompensa?

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.