Como são as vagas para mulheres nos concursos da marinha?

Tempo de leitura: 6 minutos

Quem acha que mulher não pode fazer parte de lugares como a marinha, está redondamente enganado. Cada vez mais, mulheres fortes e destemidas mostram que lugar de mulher é onde ela quiser e inclusive em cargos da marinha, independentemente do preconceito de qualquer pessoa. Sendo assim, pode muita bem ter mulheres nos concursos da marinha.

Porém, isso não é apenas uma suposição, é um direito de todas as mulheres garantido por lei. Desta forma, qualquer mulher que desejar participar de um concurso da marinha, e tiver as qualificações desejadas e exigidas no edital de acordo com cada tipo de vaga, pode muito bem se inscrever.

O que a lei diz sobre mulheres nos concursos da marinha

Alguns anos atrás, especificamente em 1980, a atuação das mulheres na marinha começou a ser definida por lei para garantir que elas possam muito bem ter participação nesse ramo caso elas queiram.

Porém, na época, a atuação feminina era restringida a alguns pontos, por exemplo, era apenas no Corpo Auxiliar Feminino da Reserva, área que já não existe mais. Porém, garantindo ainda mais a presença de mulheres nos concursos da marinha, entre os anos 1995 e 1996 surgiram novas regras que faziam com que as mulheres pudessem fazer parte tanto do corpo de saúde da marinha, quanto também de engenheiros navais.

Já no ano de 1997, finalmente houve maior garantia de mulheres nos concursos da marinha. Isso porque foi instituída a Lei 9.519, de 26 de novembro de 1997, que foi responsável por reestruturar os quadros de funcionários da marinha, juntamente com as áreas.

Deste modo, ela fez com que a atuação feminina conseguisse crescer mais, fazendo com que as mulheres pudessem fazer parte dos seguintes setores: Corpo de Intendentes da Marinha (IM), Corpo de Engenheiros da Marinha (EM), Quadros do Corpo de Saúde da Marinha, Quadros Técnico e Auxiliar da Armada do Corpo Auxiliar da Marinha, Corpo Auxiliar de Praças, e por fim, passaram a poder fazer parte do Quadro de Músicos do Corpo de Praças de Fuzileiros Navais.

E assim, as mulheres nos concursos da marinha que se saírem muito bem nas variadas provas de seleção, podem ter acesso a postos diversos, desde Oficial-General, até mesmo a Vice-Almirante.

Como está o quadro de mulheres na marinha

Atualmente, o Serviço Ativo da Marinha (SAM) tem cerca de 6.922 mulheres nos concursos da marinha que foram bem-sucedidas e agora ocupam os mais diversos cargos. De modo que há mais ou menos 3.197 mulheres atuando como Oficiais, e 3.725 Praças.

Sendo que essas mulheres estão dividas nas mais diferentes áreas de atuação na marinha. Seguem elas abaixo:

– Oficiais, que são aquelas que formação em nível superior:

Corpo de Engenheiros: Engenharia e Arquitetura e Urbanismo.

Quadro Auxiliar da Marinha do Corpo Auxiliar da Armada: Administração, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia, Estatística, Fisioterapia, Informática, Pedagogia, Psicologia e Serviço Social.

Quadro de Apoio à Saúde do Corpo de Saúde da Marinha: Administração Hospitalar, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição e Psicologia.

Quadro de Cirurgiões-Dentistas do Corpo de Saúde da Marinha: Odontologia, Patologia Bucal e Estomatologia, e Prótese Dentária.

Quadros de Intendentes e Quadro Complementar do Corpo de Intendentes da Marinha: Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas.

Quadro de Médicos do Corpo de Saúde da Marinha: Fisioterapia, Medicina e Patologia Clínica.

Quadro Técnico do Corpo Auxiliar da Marinha:  Administração, Arquivologia e Gestão de Documentos, Banco de Dados, Biblioteconomia, Ciências Náuticas, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comunicação Social, Desenho Industrial, Direito, Educação, Engenharia, Estatística, Geologia e Geofísica Marinha, Informática, Meteorologia, Museologia, Oceanografia, Pedagogia, Psicologia e Serviço Social.

Após as Oficiais, há as Praças, que são aquelas que têm o nível médio de formação:

Quadro Auxiliar Técnico de Praças do Corpo Auxiliar de Praças da Marinha: Administração; Administração Hospitalar; Contabilidade; Desenho de Arquitetura; Desenho Mecânico; Edificações; Eletrônica; Enfermagem; Estatística; Estruturas Navais; Geodésia e Cartografia; Gráfica; Higiene Dental; Mecânica; Meteorologia; Metalurgia; Motores; Nutrição e Dietética; Patologia Clínica; Processamento de Dados; Prótese Dentária; Química; Radiologia Médica; Reabilitação; Secretariado e Telecomunicações.

Quadro de músicos do Corpo de Praças Fuzileiros Navais: Música.

Quadro Técnico de Praças do Corpo Auxiliar de Praças da Marinha: Administração; Contabilidade; Desenho de Arquitetura; Desenho Mecânico; Edificações; Eletrônica; Enfermagem; Estatística; Estruturas Navais; Geodésia e Cartografia; Gráfica; Higiene Dental; Mecânica; Meteorologia; Nutrição e Dietética; Patologia Clínica; Processamento de Dados; Prótese Dentária; Química; Reabilitação; Secretariado e Telecomunicações.

Além do mais, para agregar ainda mais a importância das mulheres nos concursos públicos da marinha, há aquelas que estão atualmente exercendo atividade de mergulho e educação física.

Um ponto importante ao ver os quadros ocupados por mulheres, é que mostram opções que possam servir de inspiração para demais mulheres que tenham interesse em ingressar na marinha de alguma forma.

Prova prática das mulheres

Na hora das mulheres nos concursos da marinha realizarem as provas práticas, geralmente há algumas diferenças entre as que elas forem fazer para aquelas que forem destinadas aos homens. Sendo que as diferenças costumam ser por conta do meio que os homens e as mulheres têm para fazer.

Por exemplo, no concurso público existente atualmente para selecionar médicos para a marinha, há características como:

– Quando for exigida prova de nado, o percurso será o mesmo tanto para mulheres nos concursos da marinha, quanto para os homens que estiverem pleiteando a vaga: 25 metros. Porém, enquanto o sexo masculino terá 50 segundos para realizar, o sexo feminino terá um minuto. Ou seja, dez segundos a mais.

– Já no caso de quando houver corrida como um dos pontos de avaliação, o percurso também será o mesmo tanto para mulheres quanto para homens: 2.400 metros. Mas enquanto os homens terão 16 minutos para realizarem essa prova, as mulheres terão 17. Ou seja, um minuto a mais.

Sendo assim, não há grandes diferenças entre as provas, apenas aquelas que a marinha realmente acredita que faz com que fiquem mais juntas para ambos os sexos, sem qualquer um tirando vantagem.

Além do mais, as mulheres nos concursos da marinha que passarem e tiverem êxito nesse mesmo concurso, precisarão de diferente levar apenas um laudo médico ginecológico e exames de mamas.

Como são as vagas para mulheres nos concursos da marinha?
3 (60%) 1 vote

Sobre Carlos Gusmão

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval. Sou um dos responsáveis pelo site Concursado.org que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.