Como montar um bom plano de estudos

Tempo de leitura: 6 minutos

Todo mundo sabe que um bom plano de estudos pode ser o diferencial em várias situações, em especial para quem decide estudar para concursos públicos.

Na verdade o plano de estudos é bem democrático, podendo ser montado da forma que melhor se adéqua ao estudante, seja ele iniciante ou que já vem em uma cadência de estudos.

Fazer um bom planejamento para estudar é a alternativa mais acertada que um concurseiro pode ter quando toma a decisão de se dedicar a um certame específico, principalmente se neste certame haverá cobrança de muitas matérias.

Outra coisa que é importante observar que deve ser levado em consideração na hora da montagem do plano de estudos é em relação aos pesos diferentes que pode haver em algumas matérias. Confira nos editais se realmente há diferenciação.

Ainda vale a ressalva que o plano de estudos é considerado a ferramenta perfeita para os estudos no longo prazo, mas nem por isso deixa de ser importante para períodos menores.

Este post vai de encontro a uma das maiores dificuldades dos concurseiros, em especial os novatos, que é a montagem do plano de estudos. E ainda que você esteja começando ou nunca tenha utilizado nenhum tipo de método de estudo, montar um bom plano de estudos é mais fácil do que parece.

A primeira coisa que você precisa ter em mente e bem decidido para montar o seu plano de estudos é saber exatamente qual é o concurso para o qual deseja estudar. Se ainda não tiver certeza, você, ao menos, precisa decidir pela área de estudos.

Vamos dar um exemplo: vamos supor que você almeje ser Juiz Federal, então você já tem um norte, ou seja, você deve estudar para as carreiras jurídicas, mesmo sem ter em mãos o edital com um conteúdo programático para seguir.

Geralmente, neste caso, a grande premissa é a legislação, então você já sabe o que deverá, obrigatoriamente, fazer parte do seu plano de estudos: matérias ligadas à Direito, podendo ser:

  • Civil,
  • Constitucional,
  • Penal,
  • Criminal,
  • Do Trabalho,
  • Administrativo,
  • Dentre outras.

Agora, com essa informação em mãos, que na verdade só depende do que você almeja para o seu futuro, basta seguir as dicas abaixo, com um breve passo a passo para montar um plano de estudos, podendo deste modo, chegar mais perto da tão sonhada aprovação.

Passo a passo para montar um bom plano de estudos:

  1. Determine o período de estudo

Estabelecer o tamanho do ciclo de estudo é uma parte fundamental do processo. Afinal, de quantas horas será o seu ciclo?

É de suma importância determinar quantas horas do seu dia, da sua semana, que você pode direcionar para os estudos.

Mas lembre-se de considerar tudo, desde o trajeto para o trabalho ou para a faculdade; o momento em que precisa dedicar à família; até o tempo que será dedicado ao seu lazer. Tudo, sem exceção.

Aqui vale uma dica importante: você deve tomar muito cuidado para não colocar metas de horários muito grandes e que são extremamente difíceis de cumprir. Isso pode lhe desmotivar durante o processo, o que pode colocar comprometer os resultados.

  • É sempre bom analisar como está o seu conhecimento nas matérias antes de montar o plano de estudos

E precisa ser bem realista nesta questão. Consulte no último edital todas as disciplinas que foram cobradas para o cargo ou na área na qual pretende se dedicar.

  • Quais são as matérias que você tem maior domínio de conhecimento?
  • Quais matérias você tem mais afinidade e consegue absorver melhor?
  • Quais matérias você nunca viu?
  • Qual delas é a mais cobrada?
  • Quais as matérias que possuem mais peso?

Por exemplo, na área policial, disciplinas como Processo Penal, Direito Penal e Legislação Penal Especial costumam valer mais que as outras.

Para elaborar um bom plano de estudos você deve priorizar as matérias que valem mais, mas sem se esquecer das demais.

Intercale matérias mais fáceis com as mais difíceis e dê preferência para colocar matérias mais difíceis em um período maior.

  • Estabeleça a quantidade de blocos de estudo para o ciclo

É bem simples: cada bloco de estudo representa uma matéria, portanto, você precisa determinar quantas matérias estudará nesse ciclo.

Mas é sempre bom lembrar de que não é preciso colocar todas as matérias de uma vez em um único ciclo. Você pode selecionar a princípio, por exemplo, os assuntos que nunca teve contato, aquelas que você tem mais dificuldade de assimilar, podendo assim, se familiarizar melhor com elas.

Outro ponto para se observar atentamente na hora de determinar o tempo de cada bloco é que o período máximo deve ser algo aproximado a 2 horas e 30 minutos. Na verdade, não deve ultrapassar esse tempo.

Lembrando sempre que você precisa dividir bem cada bloco de estudos, principalmente para não ultrapassar o limite de tempo pré-definido no 1º passo.

  • Acerte na distribuição das matérias

Este é uma etapa muito importante: o momento de distribuir as disciplinas pelo plano de estudos (nos ciclos).

Como mencionado anteriormente é importante alternar as matérias, principalmente as que são mais práticas com as matérias mais teóricas.

Por exemplo: você pode começar estudando Direito Penal, logo após você pode colocar algum tópico relacionado com Raciocínio Lógico. Desta forma você estará diminuindo o cansaço mental em meio aos estudos. Essencial para um melhor aproveitamento.

Além disso, procure distribuir as disciplinas de forma que não demore muito tempo para ver o assunto novamente. Dê intervalos razoáveis.

  • Faça ajustes finais no seu plano de estudos (e quando entender necessário)

Geralmente os ajustes costumam ser feitos na prática. Quando começar a seguir o plano de estudos recém elaborado é que você terá uma maior percepção se haverá necessidade de fazer ajustes.

Um dos pontos que mais há alteração geralmente é em relação aos tempos destinados para uma única matéria. No decorrer do processo você deve perceber se foi adequado à sua necessidade e realidade ou não.

Não hesite se precisar fazer alguma alteração no plano de estudos. Ele não deve ser engessado. O mais importante é usar da melhor forma possível o tempo destinado para estudar. Distribua de forma a potencializar o seu aprendizado.

Bons estudos!

Sobre Blog Concursado

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo Blog Concursado que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.