Como estudar para concurso antes de sair o edital?

Tempo de leitura: 6 minutos

Ingressar na carreira pública é o sonho de uma parcela expressiva da população, que encara essa como uma oportunidade ímpar de ter uma vida financeira equilibrada, além de poder adquirir os inúmeros benefícios concedidos aos servidores. Fato é que a tão falada e almejada estabilidade que provém das funções do setor público tem vantagens singulares, entretanto, para conquistar essa chance é preciso de dedicação, foco e, principalmente, ter uma estratégica adequada de como estudar para concurso.

Imagine o cenário: é um dia qualquer, como uma quarta-feira, você acorda, escova os dentes, toma café e como de costume acessa o diário oficial do município e os grupos de faceboook para ter informações sobre a tramitação dos processos seletivos em que participou. De repente, surge a notícia de que você logrou êxito naquele tão esperado concurso de delegado federal. Sua felicidade é indescritível. Agora, até que enfim, tudo parece fazer sentindo.

Essa, com certeza, seria uma ótima forma de começar o dia, não é mesmo?  Para tornar essa cena realidade, que tal, então, começar a se preparar com antecedência? Afinal, todo resultado positivo é reflexo de um trabalho contínuo e prolongado, sobretudo quando o assunto é concurso público. Ficou interessado e quer saber como começar logo os estudos para obter sucesso no processo seletivo? Então, acompanhe abaixo as nossas dicas de como estudar para concursos antes mesmo de sair o editado. 

1. Comece pelas disciplinas básicas

Como você já tem em mente o cargo pretendido, existem várias matérias que são garantidas no certame e por isso são consideradas disciplinas básicas. O português, o direito constitucional e atualidades, por exemplo, são alguns dos itens que com certeza constarão no edital. Então, saia na vantagem já dominando os assuntos que são obrigatórios para os concurseiros. 

2. Invista um bom tempo na redação

A escrita é um aspecto que merece destaque. Responsável por parte significativa dos pontos distribuídos, a redação costuma ser o grande diferencial. Ela pode ser o aspecto decisivo no processo seletivo, colocando-o em uma ótima posição entre os candidatos ou até eliminá-lo do concurso. Por isso, dê atenção redobrada para esse item e certifique-se que está um craque na arte de escrever bem.

3. Dedique-se a temas de atualidades

Não adianta nada dominar a escrita, entretanto, não ter conhecimento sobre os assuntos da atualidade. Afinal, nunca se sabe ao certo qual será o tema abordado pela banca examinadora, concorda? Por isso, dedique um tempo à leitura de jornais e ao acompanhamento de noticiários.

O importante aqui é manter-se informando sobre os assuntos que são repercutidos nacionalmente e internacionalmente. Claro que é fundamental estar a par das novidades em todos os âmbitos, porém dê enfoque sobretudo no cenário político, econômico e sócio-cultural.

4. Verifique os editais anteriores

É possível conhecer melhor sobre a proposta  do certame ao analisar os editais anteriores, pois as provas atuais continuam cobrando grande parte do conteúdo exigido nos editais anteriores. Por isso, ao começar os estudos, pesquise com antecedência os tópicos apresentados nos demais certames. Essa simples ação permitirá uma noção melhor do que pode aparecer no exame.

5. Conheça a banca examinadora

Tão importante quanto ter ciência dos últimos editais é aprofundar-se no estilo da banca examinadora. Cada instituição responsável por elaborar a prova tem uma metodologia e concepção diferente em relação à forma de cobrança do conteúdo nas questões. Algumas são mais diretas, tratando o conhecimento da disciplina na íntegra, enquanto outras optam por uma abordagem mais branda, que envolve a interpretação da matéria. Portanto, saiba de antemão qual é o método utilizado pela banca que irá produzir o exame. 

6. Realize muitos exercícios

Não existe um número específico, porém é essencial que a realização de exercícios esteja incluso no seu planejamento de estudos. Sendo um dos principais métodos de fixação do conteúdo, os exercícios não só ajudarão na compreensão da matéria como também irá auxiliá-lo com o tópico anterior.

Além do mais, muitas bancas reutilizam quase que na íntegra questões antigas ou fazem o uso do mesmo tipo de abordagem. Então, fazendo atividades de revisão, você não só melhora o processo de aprendizado como aumenta sua chance de deparar-se na prova com questões já cobradas.

7. Deixe as matérias específicas por último

Como ainda não existe bola de cristal, é impossível saber com precisão o que será cobrado no concurso, por isso não perca tempo tentando adivinhar as matérias específicas. O recomendado, nesse contexto, é evitar estudar antecipadamente tais disciplinas. O motivo é óbvio: com sua ânsia de finalizar todo o material, você acaba estudando conteúdos que talvez nem estejam no edital, o que será um desperdício de tempo e dedicação.

Lembre-se ainda que existem disciplinas que sofrem atualizações com certa frequência, além daquelas que são exigidas em pouquíssimas provas. Portanto, não antecipe tanto o estudo das disciplinas isoladas.

8. Interaja nas redes sociais

Usadas corretamente, as redes sociais são grandes aliadas na preparação para o concurso. Procure, por exemplo, grupos específicos no facebook. Lá você encontrará pessoas com o mesmo propósito, que criarão uma rede de compartilhamento de ideias, sugestões, dúvidas e esclarecimentos sobre o concurso em questão. 

Já no twitter, que tal seguir professores e cursinhos? Com ampla bagagem e conhecimento do universo dos concurseiros, eles fornecem dicas de estudo valiosas. 

9. Prepare um cronograma

A organização é fundamental para quem almeja a conquista de uma vaga na carreira pública. Por isso, elabore um plano de estudo especificando todas as questões inerentes ao processo de preparação. Aborde no planejamento o dia, o horário, o intervalo e as disciplinas estudadas para toda a semana, além de traçar também um cronograma incluindo o seu descanso e as atividades de lazer, afinal é preciso ter alguns momentos de descontração, desligando-se um pouquinho do estudo.

10. Como estudar para concurso mantendo o foco

O edital, muitas das vezes, demora meses ou anos para sair, e até lá muitos concurseiros perdem a motivação e não mantém o estudo em dia. Mas, se você quer mesmo conquistar seu sonho, não tenha essa atitude.

É compreensível bater um certo desânimo no período que antecede a publicação do edital, entretanto, sempre tenha em vista o seu objetivo, não esquecendo jamais dos benefícios que serão alcançados caso essa meta seja cumprida. Portanto, foque-se nos estudos e pense nos motivos que o levou a optar pela vida de concurseiro. 

Agora que já sabe como estudar para concurso antes de sair o edital, ajude outros amigos que também estão na mesma situação e precisam de orientação, compartilhando o conteúdo nas redes sociais. 

 

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.