Carol Alvarenga – Esquemaria e Ritmo de Estudos

Tempo de leitura: 6 minutos

A servidora pública Carol Alvarenga transformou sua vida através da educação e aprendizagem. Mesmo não tendo sido nenhum exemplo de aluna em seus anos de ensino médio cursados em escolas públicas, ela conseguiu aprender a estudar, chegando a ser aprovada em 5 concursos públicos diferentes.  

Pensando na ampla concorrência em torno dos cargos públicos, que superam até mesmo a concorrência dos vestibulares de medicina do nosso país, Carol Alvarenga criou o Esquemaria 

O Esquemaria foi idealizado, pensando em ajudar todas as pessoas que sonham em alcançar a liberdade financeira e o estilo de vida dos servidores públicos do nosso país através da aprovação num concurso público. 

Carol Alvarenga tomou gosto por estudar e, principalmente, aprendeu a estudar quando começou a se preparar para concorrer a uma vaga como servidora pública. 

Formada em publicidade e propaganda, esta taguatinense ocupa hoje, o cargo de Técnica Federal de Controle Externo em um dos melhores órgãos da administração pública brasileira, o Tribunal de Contas da União (TCU). 

Carol Alvarenga foi uma aluna mediana, que tirava notas mínimas apenas para conseguir passar de ano. Algumas vezes ficou até de recuperação por não conseguir atingir a média mínima. Ela ostenta seu boletim com notas baixas, para reafirmar seu argumento. Não é preciso ser nerd, um gênio ou ter paixão por estudar, para conseguir passar em um concurso público. 

Só depois de entender que era preciso ter muita força de vontade e dedicação para conseguir alcançar seus objetivos, que Carol Alvarenga percebeu que dom não tinha nada a ver com os estudos. 

Foi pensando em diminuir sua jornada de trabalho, antes exaustiva, e em busca de um trabalho que pudesse gerar uma boa renda sem que fosse preciso trabalhar turnos extras, inclusive aos fins de semana, e que lhe preservasse a saúde e sua qualidade de vida, Carol Alvarenga decidiu se dedicar a estudar para concursos. 

Quando realmente passou a se dedicar ao universo dos concursos públicos, Carol Alvarenga não sabia nada. Sequer tinha ideia do que estudar ou como estudar. Assim como muitos leigos, pensava que tudo que caía em uma prova de concurso público se referia a conteúdo de Direito. 

Sem conhecer nenhuma técnica de estudo ou conhecer alguém que tivesse experiência neste concorrido universo dos concurseiros, Carol Alvarenga começou sentindo que fazia tudo errado. 

Tentou primeiro estudar através de materiais baixados pela internet, sem nenhum tipo de acompanhamento, até perceber que os materiais eram de baixa qualidade e sequer fazia parte dos editais mais atualizados. Depois entrou em um curso preparatório que cobria todas as matérias gerais de todos os concursos e não focava em cargos específicos.  

Ainda assim, o cursinho foi importante para fazê-la entender a importância de planejar os estudos, o modo como estudar, a focar e a ter disciplina. 

No decorrer desse processo entre estudar com material da internet e o material das aulas do curso preparatório, Carol Alvarenga começou a entender mais sobre o contexto ao qual estava inserida. Através de matérias jornalísticas, passou a se informar mais e entender a realidade política do país e os papéis do Presidente da República, dos Ministérios e Parlamentares, e então percebeu que entender o conteúdo de estudo ficou mais fácil. 

De repente, notou que quanto mais ela lia, mais aguçava sua capacidade de raciocínio e mais fácil era assimilar o conhecimento. Sua capacidade de comunicação e sua escrita também melhoraram e em pouco tempo, Carol Alvarenga sentiu que estudar para concurso ocasionou em sua evolução pessoal também.  

Os resultados foram comprovados logo após quatro meses de estudos, quando passou no concurso do Metrô 2009 do Distrito Federal. 

Sete meses após ter decido estudar, passou em um concurso do Ministério da Educação, para o cargo de Agente Administrativo do MEC. 

Carol Alvarenga assumiu o cargo no Ministério da Educação, passou um tempo exercendo sua função, mas ambicionava voos mais altos. No fim do ano de 2011 pediu exoneração do cargo, para que pudesse se dedicar exclusivamente, aos estudos com força total. 

Para alcançar seu objetivo, Carol Alvarenga investiu em materiais que ensinavam como estudar. Passou a ler depoimentos, em diversos fóruns e sites voltados para concursos, de pessoas que tinham sido aprovadas. Comprou material baseado em entrevistas de aprovados em grandes concursos e se tornou uma verdadeira concurseira. 

Desde que assumiu sua identidade de concurseira, Carol Alvarenga começou a se inscrever em vários concursos públicos e passou em alguns deles num curto período de tempo, sempre continuando a estudar, a se inscrever e a se submeter as provas, até conseguir atingir seu objetivo, que era o TCU. 

Carol Alvarenga, não só atingiu seu objetivo, como se classificou entre os primeiros colocados e tomou posse no fim do ano de 2012. 

Foi em julho de 2013 que Carol Alvarenga teve a brilhante ideia de juntar suas grandes paixões, o design e os concursos públicos para criar o Esquemaria. Um site que ensinasse aos concurseiros a não cometer os mesmos erros que ela havia cometido quando começou a se preparar para os concursos. 

Esquemaria foi planejado e elaborado durante 7 meses, com os mesmos esquemas que elevaram a qualidade dos estudos de Carol Alvarenga de modo tão surpreendente.  

Seu objetivo é facilitar a vida dos concurseiros, melhorando o jeito de estudar. Sempre muito altruísta, Carol Alvarenga, adora ajudar no aprendizado das pessoas e cada texto ou dica que posta é produzido com o intuito de ajudar os concurseiros a encararem a jornada incrível que é se preparar da melhor forma possível para a prova do concurso escolhido. 

O Esquemaria obteve 400 visitas no blog e ganhou 1.000 curtidas em sua página do Facebook no seu primeiro mês. Carol Alvarenga conta que havia apenas 30 pessoas em sua lista de e-mails no primeiro mês, no segundo havia 80 e no terceiro 1.000 pessoas. 

Um ano depois a mesma lista já tinha 14 mil pessoas cadastradas.  Foi quando ela lançou seu Hipertreino, o treinamento completo que ensinava como estudar para o concurso público do TCU e sua primeira turma teve 383 alunos. 

Carol Alvarenga melhor que ninguém, sabe que para navegar em qualquer jornada, é preciso saber agir com esperteza e ela está mais que disposta a compartilhar suas estratégias com os concurseiros de plantão.  

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *