Aprenda como parar de procrastinar em concurso público

Tempo de leitura: 6 minutos

Um dos principais problemas de quem estuda para concursos públicos é aquele velho hábito da procrastinação. Em vez de fazermos um exercício ou revisão hoje, deixamos essa tarefa amanhã, geralmente para poder descansar, ou realizar outras atividades de lazer no lugar dos estudos.

Acontece que os conteúdos programáticos dos editais de concursos estão cada vez mais extensos. É praticamente impossível chegar em uma prova de concurso com a tranquilidade de quem estudou “absolutamente todos os pontos do edital”.

Nesse contexto, deixar para amanhã o que você pode fazer hoje é ainda mais prejudicial a seus resultados e pode atrasar muito sua aprovação. Como parar de procrastinar então? O que fazer para acabar de vez com esse hábito? Confira estas dicas:

1. Transformar grandes tarefas em pequenas ações

Uma das maiores razões pelas quais as pessoas procrastinam é o desânimo de começar tarefas que parecem ser grandes demais. No contexto dos concursos públicos, isso se traduz no conteúdo programático dos editais, que parece aumentar a cada novo concurso feito. O aluno se sente desmotivado de ter que começar do zero uma tarefa tão grande quanto “estudar Direito Administrativo”.

Para contornar isso, o ideal é que você transforme essas grandes tarefas em pequenas e mensuráveis partes. Por exemplo, nessa mesma área de estudo, é possível estabelecer metas menos ambiciosas, como “revisar competências administrativas”, ou “estudar os princípios da administração pública”. Assim, você tem mais motivação para completar aquela tarefa em um dia.

2. Criar o hábito de estudar

Mais do que simplesmente parar de enrolar nos estudos, é preciso criar o hábito de estudar. O que significa isso? Hábito demanda regularidade, repetição diária de comportamentos. Estudar deve se tornar algo natural em sua rotina, de forma que você condicione seu cérebro a lidar com esses momentos da forma mais rotineira possível.

Na prática, isso pode ser atingido por meio da regularidade diária dos horários de estudo (todos os dias pela manhã, tarde, ou noite, ou nos intervalos do trabalho, etc.). Principalmente para quem está chegando agora no mundo dos concursos e precisa se condicionar a estudar sem enrolação, é imprescindível criar esse hábito.

3. Evitar desculpas

Os procrastinadores são seus piores inimigos. Se investigarmos as razões pelas quais eles deixaram as tarefas de lado, haverá sempre uma desculpa: cansaço, dificuldade da matéria, desânimo, barulho no vizinho, amigos que chamaram para sair, entre outras coisas. Não se deixe levar por essas desculpas. Para acabar de vez com a procrastinação, seja sincero com você mesmo e não se dê ao luxo de inventar razões para sua falta de comprometimento com os livros. Esse é um dos primeiros passos para se tornar um estudante mais proativo.

4. Organizar o próprio tempo

Nem todo mundo pode dedicar atenção exclusiva aos estudos, precisando conciliar essas atividades com trabalho, família, faculdade, entre outras coisas. Se esse é seu caso, aumentam as chances de haver algumas desculpas adicionais para procrastinar os estudos para a prova do concurso.

No entanto, a chave para evitar que isso te atrapalhe é ser uma pessoa que consegue organizar o próprio tempo. Monte um quadro de horários semanal, aproveite todo e qualquer período de tempo, ainda que curto, para atualizar seus conhecimentos e encaixar atividades de revisão e estudo.

5. Aprender a lidar com problemas de forma estratégica

Acredite, os mais variados problemas vão surgir durante seus estudos para o concurso: disciplinas mais difíceis do que você imaginava, editais que inovam em termos de matéria, questões familiares ou profissionais que demandam sua atenção, entre outras coisas. Você precisa saber lidar com isso de forma estratégica, para evitar que isso afete seus estudos.

Avalie o que é possível fazer e o que está além de suas capacidades. Tenha a tranquilidade de lidar apenas com as questões mais urgentes. Além disso, em termos psicológicos, ajuda muito poder contar com a ajuda de um terapeuta para te acompanhar nessa fase tão difícil.

6. Mantenha uma relação mais saudável com as redes sociais

Redes sociais atrapalham muito seus estudos e são ótimos gatilhos para a procrastinação. O concurseiro se permite um intervalo de cinco minutos nos estudos para checar suas mensagens no Facebook e, quando menos percebe, já passou meia hora naquele ciclo vicioso de Instagram, e-mail, WhatsApp, Facebook e Twitter (entre outras redes sociais). Corte esse mal pela raiz! Evite ao máximo entrar em redes sociais, mesmo nos intervalos de estudo. Deixe isso para antes ou depois de suas sessões de estudo.

7. Examine melhor suas razões para procrastinar

Qual tal investigar mais a fundo suas razões para procrastinar? Isso demanda muita objetividade e autoanálise, mas pode ser altamente efetivo. Basicamente, você deve voltar atrás naqueles momentos em que deixou os estudos de lado para se perguntar qual foi o gatilho que o fez se desinteressar pelos livros. Foi o medo de ser reprovado? Preguiça? Falta de motivação? Fofocas de corredor? Esses são alguns dos principais vilões dos concurseiros, por isso demandam muito cuidado!

8. Faça listas diárias de tarefas pendentes

Uma das maneiras mais efetivas de evitar a procrastinação é começar e terminar seus estudos com uma lista daquilo que você pretende realizar ao longo do dia. Por exemplo, se hoje é o dia de estudar, revisar e fazer exercícios de Direito Constitucional, inclua na sua lista o número de exercícios que você pretende fazer, qual parte do edital será estudada, entre outras atividades.

Como sugestão adicional, acredito que vale a pena incluir também outras atividades do seu dia a dia, sejam elas pessoais ou profissionais. Isso te ajuda a organizar melhor seus horários, priorizar tarefas mais importantes e ter um controle exato sobre a quantidade de atividades que você costuma realizar em um mesmo dia. Com o tempo, você perceberá um desempenho maior, incluindo cada vez mais tarefas nessa lista diária.

Se você colocar todas essas sugestões em prática, fica fácil parar de procrastinar nos estudos para o concurso público dos seus sonhos. Experimente e colha os benefícios dessas estratégias! Aproveite também para deixar aqui seu comentário sobre como você tem lidado com a procrastinação até hoje Participe!

 
Aprenda como parar de procrastinar em concurso público
2 (40%) 1 vote

Sobre Carlos Gusmão

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval. Sou um dos responsáveis pelo site Concursado.org que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.