4 coisas que te fazem ser eliminado do concurso público

Tempo de leitura: 6 minutos

Por conta de suas diversas vantagens, sendo a principal e mais atrativa delas a estabilidade empregatícia, os empregos dentro do setor público têm ganhado cada vez mais destaque nas preferências do trabalhador que busca por uma oportunidade em sua carreira.

Escolha essa que é fortemente influenciada pela crise que o país tem enfrentado no momento e que cria uma preocupação natural no trabalhador que não pode ficar sem salário.

Mais ainda, esse movimento de migração para os concursos públicos também acaba se dando por conta dos reflexos da crise dentro das empresas privadas, que para se manterem funcionando acabam sendo obrigadas a realizar constantes cortes de gastos e também de pessoal.

O que, por consequência, acaba criando um ambiente instável e inseguro para o trabalhador.

Afinal de contas, a verdade é que não importa se a crise está batendo na porta ou se o desemprego chegou em casa, as contas vão continuar chegando todos os meses e é preciso ter uma garantia de salário para se assegurar que elas vão ser pagas e que as finanças não vão acabar virando um grande problema.

Há também quem procure o serviço público por conta dos salários vantajosos, que se mostram mais atraentes do que aqueles que são oferecidos para as mesmas ocupações dentro do setor privado, pelos bons benefícios ou até mesmo pelas condições diferenciadas que funcionários públicos possuem no mercado, com facilidade para empréstimos e taxas de juros mais baixas em financiamentos, o que pode ser um grande diferencial para quem deseja comprar um imóvel.

Porém, na hora de se tentar uma oportunidade no setor público é preciso ter a consciência de que o processo seletivo é completamente diferente daquele que é realizado para vagas disponíveis dentro do setor privado.

Isso porque para a entrada no funcionalismo público do Brasil é preciso participar de uma prova concorrida e disputada que pode ser realizada em uma ou mais etapas e que pode ter uma concorrência bastante alta, principalmente para cargos mais altos que oferecem salários mais atraentes.

Dessa forma, por se tratar de um processo seletivo que envolve a realização de uma prova, é preciso ter a consciência de que ele envolve uma série de regras e pré-requisitos que são sempre explicitados no edital que é divulgado para a inscrição do concurso, de forma que qualquer descumprimento das medidas propostas no documento pode acarretar na eliminação do candidato do processo seletivo.

E é exatamente pensando em tudo isso que nós separamos aqui uma pequena lista com uma série de informações que vão mostrar para você quando que um candidato pode ser eliminado de um processo seletivo para uma vaga no setor público, ainda que este tenha sido previamente aprovado em uma ou mais etapas do concurso.

Não ter o nível de escolaridade exigido para a vaga

Por mais que você tenha as habilidades necessárias para a realização das funções especificadas para a vaga que você deseja ocupar e que até mesmo tenha superado outros concorrentes e conseguido conquistar uma aprovação no concurso, a verdade é que, se no processo de admissão a empresa verificar que você não tem o nível de escolaridade que é exigido para a ocupação da vaga você vai ser eliminado do concurso e não vai poder assumir a vaga.

Dessa forma, para não acabar desperdiçando tempo e também dinheiro (com a taxa de inscrição) é importante verificar no edital quais são os pré-requisitos para o preenchimento da vaga, pois caso você não se adeque a eles você simplesmente não vai poder assumir o cargo.

Não estar com suas obrigações com o governo em ordem

Muita gente não sabe, mas não estar com as suas obrigações enquanto cidadão brasileiro em ordem pode fazer com que você seja eliminado de um concurso público, ainda que tenha conseguido ser aprovado em uma ou mais etapas, de forma que não vai conseguir assumir efetivamente a vaga que você deseja.

Dessa forma, caso você tenha alguma pendência eleitoral não resolvida ou não tenha cumprido com as suas obrigações militares, você vai ser eliminado do concurso que prestou, não importa quais tenham sido os seus resultados. Isso porque essas são obrigações não só estipuladas em todos os editais de concursos, mas também pela Lei 8.112/90.

Ser um administrador de uma empresa

Pouca gente sabe, mas um dos motivos que podem fazer com que você seja eliminado de um concurso público é a presença de seu nome em um contrato social como administrador ou gerente de uma empresa do setor privado.

Isso porque este tipo de cidadão é proibido de assumir cargos públicos, de forma que você vai ser eliminado do concurso que prestar caso se encaixe na presente situação.

Porém, caso você seja um acionista, um cotista ou um comanditário de uma ou mais empresas privadas, a regra não se aplica a você e você vai sim conseguir prestar o seu concurso e assumir a vaga desejada caso seja aprovado sem maiores problemas.

Por isso mesmo é importante que você verifique esta situação antes de prestar um concurso para que você não acabe perdendo o seu tempo.

Não ser brasileiro

Com exceção de universidades federais, que podem contratar tanto professores quanto técnicos e cientistas que sejam estrangeiros, todos os outros concursos públicos são reservados para pessoas que tenham a nacionalidade brasileira.

Isso porque, segundo a Lei 8.112/90, que é responsável por reger os concursos públicos, apenas pessoas de nacionalidade brasileira têm o direito de assumir cargos da iniciativa pública.

Dessa forma, a não ser que você seja um estrangeiro que busque a sua naturalização no país e abra mão da sua nacionalidade estrangeira, você não vai poder assumir um cargo público, ainda que tenha qualificação e consiga ser aprovado no concurso que deseja.

Por isso mesmo, caso ainda não seja naturalizado, não perca tempo tentando uma oportunidade na iniciativa pública pois isso só vai fazer com que você consiga ser eliminado de todos os concursos que prestar.

Agora que você conhece algumas das exigências, lembre-se sempre de conferir o edital de seu concurso. Boa sorte e boa prova!

Sobre Concurseiro Paulista

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo site Concurseiro Paulista que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.