3 formas de driblar o sono e estudar para provas de concurso público

Tempo de leitura: 6 minutos

Ser aprovado em concurso público é o sonho de muitas pessoas. E para se sair bem no dia de realizar a prova, o candidato precisa estar devidamente preparado. Porém, algumas pessoas encontram dificuldade em passar por esse momento de capacitação, já que não conseguem se manter concentrados e focados durante os estudos.

Algo muito comum entre as pessoas e começar a estudar algo e, em pouco tempo, já estar com muito sono. Para as pessoas que não têm costume de ler e estudar, esse período de preparação pode ser ainda pior. Mas, esse sono durante os estudos pode aparecer em qualquer pessoa e a qualquer momento.

Existem algumas formas de driblar o sono para estudar com eficiência, mas, o concurseiro precisa ser disciplinado e determinado, só assim conseguirá manter os estudos em dia. Esse é um dos principais problemas enfrentados pelas pessoas que desejam fazer a prova que pode lhe ceder um cargo público.

Um grande erro cometido pelas pessoas e tomar remédios que os deixam elétricos e acordados. Mas, isso não significa que conseguirá progredir intelectualmente. Esses remédios realmente despertam, mas podem ocasionar sérios problemas de saúde. E, além disso, ficar acordado não significa que está compreendendo o material ou mantendo a concentração.

É preciso saber fazer essa diferenciação e entender a importância fundamental do sono. Ele tem uma função importantíssima, já que faz com que o metabolismo das pessoas tenha melhor funcionamento e isso traz uma série de benefícios para as pessoas.

Pesquisas científicas comprovam que uma boa noite de sono (8 horas de sono em média) consegue fazer com que as pessoas consigam absorver conteúdo com mais facilidade, além de ser um auxiliar para o intelecto. Pois, apenas depois de uma boa noite de sono é que as pessoas conseguem recuperar a sua plenitude física e mental.

Portanto, as pessoas devem compreender que não se pode deixar de dormir para estudar. Isso não ajuda em nada. De nada adianta passar horas em frente a um livro e não aprender, o importante é conseguir absorver informações e fazer sinapses, mesmo que por menor período de tempo.

Sendo assim, há algumas técnicas que podem ajudar a driblar o sono para estudar, sem que seja necessário abrir mão do conforto, de seu sono e comprometer todos os seus dias durante o período de preparação.

O efeito da iluminação

As pessoas procuram inúmeras formas de driblar o sono para estudar, porém poucas delas sabem do poder que a iluminação pode exercer nesse tipo de situação. O organismo do ser humano tem um núcleo supraquismático que é responsável por fazer com que nós sejamos mais alerta, estejamos mais ligados ao que acontece a nossa volta.

Logo, conseguir fazer com que os ambientes onde estudamos tenham uma melhor iluminação é importante para qualquer pessoa que se prepara para realizar uma prova.

A iluminação realmente deixa as pessoas mais dispostas. E não precisa ser uma luz muito potente (mesmo que a maior iluminação exerça mais influência). Mas, basta ter uma daquelas luminárias direcionais de escrivaninha para conseguir ter disposição de estudo por mais tempo.

Use esse tipo de recurso sempre que precisar estudar em um local que tenha pouca luz ou procure se ater aos livros em ambientes que tenham melhor iluminação.

Se conseguir estudar em praça, parques ou lugares abertos que recebam a luz do sol, os efeitos serão ainda mais positivos. As luzes artificiais costumam nos deixar mais indispostas, o que é diferente quando falamos da luz natural.

No momento de dormir

Já que frisamos a importância existente por trás de uma boa noite de sono, vale a pena reiterar que a qualidade de sono é um fator fundamental para conseguir driblar o sono para estudar. E para fazer com que as suas noites sejam mais bem aproveitadas, alguns passos podem seguidos.

A primeira coisa a ser feita para conseguir dormir bem é estar equipado de coisas que sejam confortáveis, como a cama, o travesseiro, o cobertor, etc. Tudo deve lhe deixar muito confortável. Evitando, inclusive, o que pode prejudicar ou comprometer o seu sono, aquilo que lhe incomoda.

Um simples e não tão forte odor pode ser um problema, por exemplo, visto que aquilo pode não sair de sua cabeça. E o que não seria notado em outras situações, no momento de dormir, ganha uma importância enorme.

Tente deixar o ambiente completamente propício para uma noite de sono. Tente isolar completamente qualquer ruído, fazendo com que seu quarto fique silencioso. Tente tampar toda e qualquer brecha que possibilite que alguma iluminação externa adentre o seu quarto.

Quando você consegue dormir de forma confortável e sem interrupções (por menores que sejam) durante a noite, o corpo consegue entrar em um estágio de sono muito profundo e o resultado disso é o pleno descanso físico e mental.

Ficando acordado

Mas, se você realmente precisa ficar acordado e tem encontrado dificuldades, mesmo adaptado os seus hábitos.  Ou se não há tempo para mudar ou se acostumar com novos hábitos. Existem também algumas dicas que podem fazer com que consiga um tempo maior de estudos.

Existem algumas coisas que podem fazer com que você fique acordado sem ser prejudicial a saúde. O café, por exemplo, quando ingerido em alta quantidade e muitas vezes ao dia, além de fazer com que as pessoas queiram tomar cada vez mais, também pode ocasionar gastrite. Mas, se tomado controladamente e misturado com leito, pode ser um ótimo auxiliar.

O guaraná em pó também é usado por muitas pessoas para se manter acordado e enérgico. A serotonina presente no chocolate faz com que as pessoas tenham mais concentração no que estão fazendo o que também pode fazer com que o sono fique longe das pessoas.

E, até mesmo, um chiclete pode ajudar as pessoas e driblar o sono para estudar. Isso porque pequenas atividades como essa podem dividir a atenção das pessoas, sem comprometer a concentração e o foco no material estudado.

Esses são algumas coisas extremamente simples, mas que podem ajudar muitas pessoas a não sentirem sono no momento dos estudos.

Sobre Blog Concursado

Sou ex-Oficial Aviador da Marinha e bacharel em Ciências Militares pela Escola Naval.Sou um dos responsáveis pelo Blog Concursado que já tem 16 anos de história. Venho nesse Blog passar toda a minha experiência, pois já consegui ser aprovado em 33 Concursos Públicos, entre eles Delegado Civil e Federal e tantos outros. A nossa missão e compromisso é ajudar você ser aprovado também.